A Prefietura do Rio vem dado sinais claros de uma guinada ecológica, desde o lançamento do Protocolo de Intenções do Rio sobre aquecimento global. Sinais que está levando a sério o Verde na cidade, são ações como a de fechar os postos de gasolina do canteiro da Orla, e agora essa nova medida que li no Uol News.

Prefeitura do Rio quer medir impacto da emissão de carbono

O prefeito Cesar Maia anunciou o lançamento de um edital para contratar instituições que possam medir o impacto da emissão de carbono durante o Pan. A empresa deverá informar quanto deverá ser plantado para eliminar o carbono. O valor não foi revelado.

“[Queremos repetir] o que vemos em países da Europa, onde todos os grande eventos se propõem a ser carbono zero”, afirmou.

A prefeitura quer saber quanto do carbono será lançado na atmosfera. Além do plantio de árvores, uma das soluções é aumentar a proporção de biodiesel de 2% para 5% na frota que servirá aos atletas.

Na sexta, uma reunião na Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio já começou a trazer as primeiras medidas que poderão ser adotadas. Uma delas é o plantio de árvores da Mata Atlântica numa área entre a reserva da Pedra Branca e Jacarepaguá, que já foi desmatada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui