Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (04/01), a Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que já foram criados 100 leitos para pacientes com Covid-19. Destes 100, 80 estão no Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, e 20 no Hospital Souza Aguiar, no Centro. Entre os 100, há leitos de enfermaria e UTI, mas a secretaria não informou quantas vagas são para cada caso.

Os novos leitos são uma tentativa da Prefeitura de retomar os 2,2 mil leitos inativos na rede municipal do Rio. O Hospital de Campanha do Riocentro será desativado aos poucos, enquanto novos leitos são abertos para suprir.

Nesta segunda, apenas sete pacientes estavam internados no hospital do Rio Centro. Desde o início da pandemia, o atual secretário da saúde Daniel Soranz foi contra a construção dos hospitais de campanha. Em entrevista ao DIÁRIO DO RIO, ele contou que achou um erro a montagem dessas estruturas, já que haviam leitos para serem abertos nos hospitais.

Soranz afirmou também que não vai demitir nenhum profissional da saúde. Quem trabalha no hospital de Campanha será remanejado, quando a estrutura for desmontada definitivamente.

Além da abertura em unidades pública, a Prefeitura do Rio realizou um chamamento para tentar adquirir 150 leitos nas unidades da rede privada.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui