Operação da Seop no Cosme Velho, Zona Sul, do Rio / Divulgação: Prefeitura

A Praça São Judas Tadeu, no Cosme Velho, Zona Sul do Rio de Janeiro, contará com o reforço de 33 guardas municipais em seu patrulhamento. A informação é da Secretaria Municipal de Ordem Pública(Seop). Com a medida, a Seop pretende não só promover o ordenamento urbano do região, mas também coibir abordagens indevidas a turistas e práticas de crimes contra moradores e visitantes que acessam a estação de trem do Corcovado.

A atividade irregular dos flanelinhas na região, foi um dos primeiros problemas abordados pelos agentes da Prefeitura. A cobrança por vagas de estacionamento nas ruas do entorno, como na Efigênio Salles, são uma das reclamações mais recorrentes recebidas pela Prefeitura. Além disso, os motoristas de vans não credenciados, que atuam de forma indevida fazendo transporte turístico, também foram alvo dos agentes da Seop.

O secretário municipal de Ordem Pública, Brenno Carnevale, enfatizou que as ações fazem parte do plano de metas do Prefeito Eduardo Paes. As medidas adotadas pelo poder público municipal visam fazer com que os turistas sintam-se mais seguros ao visitar a cidade, além de organizar o acesso aos pontos turísticos da cidade.

O comandante da Guarda Municipal, inspetor geral Ricardo Soares, informou que foram realizados, neste sábado (6/02), 53 atendimentos e orientações a turistas brasileiros e estrangeiros. Segundo o inspetor, a presença dos guardas já inibe possíveis atividades ilegais. Daí, a necessidade de contar com as ações integradas de diferentes unidades operacionais para fazerem intervenções personalizadas e humanizadas nos pontos onde há desordem.

A operação conta com efetivos dos Grupamentos Especiais de Trânsito (GET), das Guardas Motociclistas (GGM), do GrupamentoTático Móvel (GTM), do Grupamento de Apoio ao Turista (GAT), e do Grupamento de Defesa Ambiental (GDA).

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui