Estação do BRT Pedro Taques, na Penha Circular, em 21 de julho de 2021 - Foto: Raphael Fernandes/Diário do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro reabriu, na última quarta-feira (21/07), a estação do BRT Pedro Taques, situada na Penha Circular, Zona Norte da cidade, e pertencente ao corredor Transcarioca.

O local estava inoperante desde maio do ano passado, devido a furto de equipamentos e atos de vandalismo. Vale lembrar que, nos 2 dias anteriores, isto é, segunda (19/07) e terça (20/07), o Poder Executivo municipal já havia reinaugurado, respectivamente, as estações Ibiapina, na Penha, e Praça do Carmo, também na Penha Circular, vizinha à Pedro Taques.

Entre as alterações realizadas na revitalização da Pedro Taques estão, por exemplo, a substituição de painéis e portas de vidros por chapas metálicas vazadas; fiação embutida; e mecanismos das portas blindados. Vale ressaltar que trata-se da 5ª estação, de um total de 46, já entregues pela Prefeitura após o início da intervenção no BRT Rio.

Segundo a Prefeitura, ”todas as mudanças implementadas visam minimizar problemas graves no sistema, como depredação e calote, e reduzir custos causados por vandalismo e furtos, cuja média mensal em todo o sistema é de R$ 100 mil”.

4 COMENTÁRIOS

  1. Seu neolight, seu comentário não tem nenhum sentido, desprovido de inteligência. O sistema BRT foi projetado acreditando ser para pessoas educadas, inteligentes, ou seja, para gente mas infelizmente foi um erro de cálculo porque, na realidade, ainda somos sem educação, verdadeiros animais. E não há perspectiva para que isso mude. Os incêndios, danos, roubos, são provocados por vândalos, vagabundos visando principalmente o que passou a ser uma prática que do calote generalizado não por não poderem pagar passagem mas por pura sem vergonhice, a mania do querer se dá bem. Infelizmente perde-se um ambiente bonito, confortável por conta da ação de vagabundos, vândalos que não sabem conviver em sociedade respeitando os direitos dos outros. Está de parabéns a PREFEITURA pelos novos rumos que está dando ao sistema BRT.

    • Não se pode dar parabéns se insistem em remodelar a estação pro mesmo material: estopa velha, gasolina, isopor e pólvora. Afinal, o dinheiro público é escasso e a Prefeitura está quebrada. Se sabemos que lidamos com animais, a estação deve ser remodelada para animais, não adianta dar murros em ponta de faca.

      Tirar vidro e trocar por gradis de ferro por exemplo. Feio? Sim, muito! Mas porque investir fábulas em algo que sabe-se que será vandalizado? Na primeira vez, vá lá, benefício da dúvida… Agora deve-se investir em materiais que garantam a funcionalidade para os animais, que sejam baratos para o caso de ainda assim os animais os quebrem e que sejam fortes suficientemente para que durem algum tempo.

  2. Fizeram-na com isopor, gasolina, estopa velha e pólvora de novo? Sim, porque essas estações do BRT vivem incendiando-se espontaneamente…

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui