Foto: Myke Sena/MS

Nesta quarta-feira (18/08), foi publicado no Diário Oficial um decreto do prefeito Eduardo Paes (PSD) que tornou obrigatória a vacinação contra a Covid para todos os servidores do Município. Segundo o texto, “a recusa, sem justa causa, em submeter-se à vacinação contra a Covid caracteriza falta disciplinar”.

A prefeitura explicou que a Secretaria de Fazenda ainda vai regulamentar o decreto para fixar as formas de comprovação e as penalidades: “O decreto já prevê que os servidores estarão sujeitos às penalidades previstas no Estatuto dos Servidores Municipais, desde advertência, suspensão até a demissão”.

O decreto também torna obrigatória a vacinação de empregados públicos municipais e prestadores de serviço.

Dentre as justificativas para o decreto, Paes cita “o princípio da precaução e a necessidade de conter a disseminação da Covid-19, de garantir o adequado funcionamento dos serviços de saúde, de preservação da saúde pública e dos serviços públicos em geral“.

A Prefeitura do Rio espera concluir até esta sexta-feira (20/08) a vacinação dos cariocas adultos. Segundo o Painel Rio Covid-19, a cidade vai atingir em breve o percentual de 90% dos adultos do município vacinados. Atualmente, 88,3% dos cariocas acima de 18 receberam ao menos a primeira dose do imunizante. Com o ciclo vacinal completo, ou seja, com a segunda dose ou a dose única (com o imunizante da Janssen), a cidade já alcançou mais de 40% dos adultos imunizados (41,4%).

Nesta quarta-feira, é a vez das pessoas que tem 20 anos receberem o imunizante. Também há repescagem para maiores de 30 anos, portadores de deficiência, grávidas, puérperas e lactantes com 18 anos ou mais, além da aplicação de segunda dose.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui