É possível Prefeito e Vereadores de uma cidade proporem e aprovarem um Projeto de Lei para retirar uma instituição federal de ensino, com alunos matriculados e em pleno funcionamento do seu território? Na “cidade do amor”, sem nenhuma universidade pública presencial, com um dos maiores índices de violência, vulnerabilidade social e terceira da Baixada com jovens entre 18 e 24 anos, que não trabalham e tampouco estudam, segundo estudo da Casa Fluminense, isso foi possível! Os vereadores de Belford Roxo aprovaram na última terça-feira (09), Mensagem enviada pelo prefeito Waguinho (MDB) revogando a doação do terreno onde hoje se encontra instalado o Campus do IFRJ do município.

Em funcionamento há cinco anos o local destina-se à oferta de cursos de Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores, Educação Profissional Técnica em Nível Médio e Educação Superior, com ênfase em áreas relacionadas à indústria criativa – com foco em design, moda, vestuário, calçado, acessórios, urbanismo; bem como, na formação de professores/as, potencialmente para a área de artes. Atualmente o campus Belford Roxo oferece o Curso Técnico Concomitante/Subsequente em Produção de Moda, os cursos de Formação Inicial e Continuada em Empreendedorismo e Gestão de Negócios, Desenvolvimento de Produto Têxtil e de Moda, Adereços de Carnaval, Blogueiro(a) de Moda, Gestão de Vendas e Negócios de Moda, Estamparia e Tingimento Artesanal.

O IFRJ chegou na cidade através da Fase III da expansão dos Institutos Federais pela Presidência da República. O terreno doado pela Prefeitura através da Leis Municipais 1.479/13 e 1.520/14, fica em frente 39º Batalhão da Polícia Militar, do Fórum e em uma área conhecida como “marco zero”, no bairro São Bernardo que não possuí saneamento básico, água e ruas sem asfalto. Quando chove tem muita lama e enchente e quando faz sol, haja poeira. E é essa unidade que apoia as artesãs, muda a lógica do ensino da moda e das artes, oferecendo essa oportunidade aos jovens da região que está ameaçada.

Um grupo de alunos e ex-alunos iniciaram um abaixo assinado virtual denunciando que a lei de revogação sendo legitimada “as 661 unidades de institutos federais podem ser ameaçadas pelas Prefeituras onde estão instalados, pois cria um precedente para que elas retomem seus terrenos a qualquer tempo”. Pelos convênios, as prefeituras doam o terreno e os institutos federais realizam a construção.

A Prefeitura Municipal de Belford Roxo alega que o IFRJ não cumpriu os acordos com o município e que pretende construir no lugar um equipamento de saúde para as mulheres. Já a nota da Reitoria ressaltou que “a Prefeitura Municipal de Belford Roxo abriu processo judicial visando a retomada do terreno, inclusive, mediante o embargo das obras que estavam sendo realizadas e impedindo a continuidade das mesmas. A despeito disso, tanto a Reitoria quanto a Direção do campus procuraram manter todos os canais de diálogo com as autoridades municipais, no intuito de atender a todas as demandas que foram colocadas pela Prefeitura e seus órgãos, mas entendendo ser fundamental a manutenção do campus e de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, para o atendimento da comunidade de Belford Roxo e da Baixada Fluminense. Mesmo diante de todas as dificuldades de infraestrutura provocadas pelos sucessivos embargos às referidas obras e a negação de licenças, feitas por parte da Prefeitura”.

O Movimento de Educação Popular Emancipa que está presente no campus desde 2017, informou que iniciará a mobilização de uma frente para barrar a retirada do único local de ensino presencial e com currículo federal em uma cidade com 510 mil habitantes e lembrou que “o despejo da comunidade daquele território é uma afronta direta ao direito a uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”.

Por fim a reitoria do IFRJ afirma que “realizará todas as ações judiciais possíveis para a revogação da lei municipal ora aprovada que representa no entendimento de todos da comunidade do IFRJ, um retrocesso na oferta da educação profissional pública, gratuita e de qualidade no Estado do Rio de Janeiro”.

Em contato com o DIÁRIO DO RIO, o PSB-RJ informa que se aliou ao PSOL e ao PCdoB na luta contra um projeto de desserviço à educação proposto prefeito Waguinho, do MDB. Os vereadores do município aprovaram na última terça-feira, 9, um Projeto de Lei para retirar uma Instituição Federal de ensino do seu território. O PSB informa fará uma mobilização de uma frente para barrar a retirada do único local de ensino presencial e com currículo federal em uma cidade com 510 mil habitantes. Lembramos também que “o despejo da comunidade daquele território é uma afronta direta ao direito a uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade”.

COMO VOTOU CADA VEREADOR:

Pela retirada do IFRJ do terreno:

Anjinho (PDT);

Armandinho Penelis (PMN); e

Bill da Piscina (PODE);

Cristiane Guedes (PP);

Cristiane Sobreira (PP);

Eduardo Araújo (PRB);

Elvis da Internet (PSL);

Jadinho do Pica-Pau (MDB);

Juarez da Farmácia (MDB);

Kênia Santo (PODE);

Markinho Gandra (PDT);

Nelci Praça (PTB);

Nuna (PV).

Rodrigo com a Força do Povo (PRTB);

Rodrigo Gomes (MDB);

Tayano (MDB);

Tuninho Medeiros (PDT);

Varandão (Republicanos);

Pela permanência do terreno do IFRJ:

Cristiano Santos (PTB); e

Pastora Aninha (MDB)

Faltaram a Sessão:

Gal (Avante);

Nem Colonial (PSL);

Telminho (PSL); e

ZZ da Cajabar (Avante)

*A vereadora Enira Ranuzia (DEM) foi embora antes da sessão iniciar a votação.

36 COMENTÁRIOS

  1. Um povo que vota e elege candidatos como: Anjinho, Armandinho, Bill da Piscina, Elvis da Internet, Jadinho do Pica-Pau, Juarez da Farmácia, Nuna, Rodrigo com a Força do Povo, Tayano, Tuninho, Varandão, Pastora Aninha, Gal, Nem Colonial, Telminho, ZZ da Cajabar, espera o quê deles? Sinceramente, espera o quê? Como diz o velho ditado: Todo povo tem o governo que merece! E só para esclarecer, alguém aí está de olho grande nesse terrenão que foi cedido ao IFRJ, isso é certo.

  2. É mais que provado a excelência do ensino público federal. Qual é o prejuízo que uma instituição tão conceituada no ensino Técnico-integrado, técnico concomitante e superior gratuito venha trazer ao município?

  3. É um absurdo esse bando de vereadores torcerem para o povo de Belford Roxo não ter acesso ao estudo. Única Instuiçao Federal da cidade. O terreno fica ali largado enchendo de mato e agora dão desculpas para retirar o IFRJ do local.
    Não fazem nada pelo povo,entra prefeito e saí prefeito para que? Tem lugar que não tem asfalto,água,saneamento, segurança e eles preocupados com o terreno? E a construção do tal prédio da prefeitura que seria do lado do fórum? Pq não usam lá para fazerem algo? Obra abandonada que só serviu para gastar dinheiro.

  4. Só nesse país me merda vota-se pelo fim da educação pública gratuida e de qualidade. Brasil tá cada dia pior: tristemente a opinião dessa corja política reflete o que pensa o povo que os elegeu. Increditável.

  5. Boa noite! Eles não tem familiares para fazer nenhum curso e ter uma formação digna, é por isso que votaram para fechar uma escola (+uma). Não dá para confiar em político nenhum, nas eleições passadas tentamos mudar e olha no que deu. Quero saber qual desses políticos tem formação em política, seria melhor se eles fossem para a sala de aula estudar OSPB. Que por sinal hoje nas escolas não ensina mais. Fico muito triste com tudo isso que acontece no nosso Brasil!

  6. Sério isso? Um monte de Vereadores que muito mal sabem escrever votar uma coisa dessas, só no Brasil e em Belford roxo mesmo. Mais uma vergonha para o município, estado do Rio e Brasil! Tomem vergonha na cara seus vagabundos!

  7. E muito triste jovens tendo o seu sonho usurpado por uma ideologia politica , esperava mas desses que se dizem do lado da população .

  8. ‘Isso é um absurdo,como um prefeito quer acabar com um estabelecimento de Ensino, sabendo que pessoas necessitam de uma atividade extra curricular…

  9. Sou morador de Belford roxo e venho acompanhando esse caso…e concordo com a prefeitura em retomar o terreno
    O acordo seria a construção de um prédio so que invés disso foram colocados contêineres no meio do Mato com um letreiro de instituição Federal…

    Tem que retomar mesmo

  10. Todos esses aí que votaram nao me representam,nao sei o que varandao,fulano da internet,sicrano do pica pau,sabem o que significa o jargao pica pau?Gente como pode o povo votar nesse tipo de gente que nao entende nada de educaçao e politica? ZZ DA crajubar,nao me surpreende ter faltado,Markinho Gandra um velho conhecido na politica belforrochense nunca faz nada pra ajudar o povo,coloca meio metro de concreto em rua esburacada e diz que asfaltou,Enira Ranuzia é outra,que nao surpreende,nunca fez nada e em frente o mercado dela é maior zona,ocupa a calçada com produtos e cometem varias infraçoes de transito pq os caminhoes dela ficam tudo na contra mao,sabe porque o povo tem medo de até escrever,porque esse pessoal sao Perigozíssimos,como nao moro mais em Belford Roxo me sinto seguro até de escrever.

  11. Escola não se fecha. É o único acesso que e pobre tem pra melhorar de vida. Cabeça de político funciona pra deixar o povo mais burro e não criticar a roubalheira deles.

  12. Essa reportagem não tem o menor cabimento. Moro próximo ao local e parece apenas um terreno abandonado. Há pouco tempo foi visto que é um instituto federal, pois até então não havia letreiro na fachada.
    Acredito que praticamente ninguém do próprio bairro saiba quais cursos são ofertados pois não parece funcionar mesmo antes da pandemia!
    Acredito que uma unidade de saúde seja melhor aproveitada no espaço.
    Educação é de suma importância, mas que ela seja realmente praticada e acessível.

  13. Formação técnico profissional é algo urgentíssimo, principalmente porque o país não tem qualquer mão de obra qualificada e somente conta com sua gente brava e guerreira, porém despreparada e incompetente.
    Infelizmente, a estrutura de uma rede de Escolas Técnicas em todo o país é caríssima e precisa ser disponibilizada simultaneamente, através de um programa nacional, muito bem coordenado e dinamizado, além de necessitar de um exército de professores muito bem treinados.
    Um instituto como este, jogado no meio de Belford Roxo, com a cara de abandono que a foto explicita, acaba sendo uma aberração sem fundamento, uma instituição fantasma.
    Já não deve cumprir sua finalidade desde sua inauguração.

    • Você nem sabe onde fica Belford Roxo, senhor. Só sabe chegar aqui usando Google maps, não conhece a nossa realidade, nossas lutas e o quanto é difícil qualquer equipamento como esse chegar na Baixada Fluminense. Onde deveria estar esse prédio? Na Barra, Ipanema, Copabacana? Nos poupe do seu ódio, aqui já vivemos sob balas, milícias, tráfico e todo tipo de exploração! Já pegou um trem lotado sem ar? Já foi na feira de Areia Branca?

      Esse espaço está assim pq a Prefeitura não autoriza nem a capina do terreno, não dá uma licença para fazer a obra. Nós da comunidade sempre estamos nos reunindo com a reitoria, sempre com a direção. Tem dinheiro em caixa,.mas o capital é maior, o preço da reeleição também, querem tirar o.futuro dos.jovens para construir supermercado no lugar. A Prefeitura não deixa fazer nenhuma obra de ampliação aqui. O dinheiro tá no caixa é só permitir q vc vai ver como ficará lindo. Já procurou ver a planta do prédio? Você é um insano e venha viver a vida de.um morador de Belford Roxo para poder falar sobre nós.

      M. Eduarda Silva, moradora do Jardim Gláucia

  14. Muito decepcionada com a Cristiane Guedes, minha família sempre votou na mesma e ela que administra um centro de educação em Belford roxo e agora votar contra a UFRJ, lamentável. Não esperava isso dela. Meu voto e da minha família e amigos ela não tem mais. Apesar de não usar nenhum serviço de educação público em Belford Roxo, vejo como essa cidade é carente de trabalho de educação como esse prestado pela UFRJ.

  15. Como pode?!
    O município diz que pretende construir no lugar um equipamento de saúde para as mulheres. Faça me um favor!!!
    Já existe no município um núcleo de atendimento a saúde das mulheres que muito mal funciona no centro da cidade…
    Agora querer tirar a única oportunidade de formação profissional para a população a nível Federal na região é inadimissível!!
    Vocês não têm o que fazer não!?
    Me poupe né!?
    Se isso de fato acontecer, verdadeiramente será uma afronta direta ao Direito Constitucional que nos foi dado que é de receber uma educação pública, gratuita, laica e de qualidade sendo esta, promovida não só pelo Estado, mas pela família e pela sociedade segundo a Constituição Federal de 1988 no Art. 205 que diz: “A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa,
    seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”

    Que vergonha para o Município será perder esse privilégio!

  16. Se o terreno foi doado não pertence mais ao município, isso é uma vergonha da câmara aprova isto. Depois falam que educação , saúde e trabalho e uma preocupação dessa gestão fico triste com isso

  17. Parabéns Cristiano Santos e vereadora Aninha, por pensarem em nós belforroxoense, quanto aos demais espero que nunca mais se elejam ou se reelejam.

  18. Matéria de merda. O prefeito está trabalhando e a cidade está muito melhor que em outros tempos. Fizeram um Campus de merda como se para Belford Roxo qualquer coisa está bom. Será melhor utilizado.

  19. A finalidade dos vereadores e prefeito é que o povo de Bel , continue sem educação e consciência, pois fica mais fácil de ser manobrado , não querem que a cidade cresça socialmente, ficando sempre como a terceira da baixada em pobreza e miséria…ficando assim fácil faturar para os próprios bolsos.

  20. Isso é um absurdo! Esses políticos querem mais que o povo se exploda, evidente esse projeto não deve estar levando dinheiro para os bolsos dele! Ainda mais um prefeito e vereadores que já estiveram atrás das grades a pouco tempo!!!

  21. Infelizmente, nas próximas eleições esses mesmos vereadores que votaram para fim da permanência da IFRJ serão reeleitos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui