Secretaria de Ordem Pública fecha dois eventos irregulares na Zona Oeste do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Ordem Pública interditou neste fim de semana duas festas clandestinas em bairros da Zona Oeste do Rio. No início da noite de sábado, dia 31, os agentes fecharam um evento irregular na Ilha dos Pescadores, Barra da Tijuca, que contava com aproximadamente mil pessoas. O estabelecimento foi interditado e autuado pela Vigilância Sanitária por aglomeração e por pessoas fumando em ambiente fechado.

Já no início da madrugada deste domingo, dia 1°, as equipes de fiscalização encerraram uma festa rave que acontecia em um sítio localizado na Avenida Menezes Cortes (Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá) e que contava com cerca de 500 pessoas. Os agentes deixaram o local após a saída de todo o público presente. Ambos os eventos foram detectados através de denúncias registradas por cidadãos na Central 1746 da Prefeitura e confirmadas pelo setor de inteligência da SEOP. Desde o início do ano, 154 festas e eventos clandestinos já foram encerrados em toda a cidade.

Festa rave em sítio próximo à Grajaú-Jacarepaguá (Foto: Divulgação)

O plano municipal de enfrentamento à pandemia da Covid-19 vem apresentando resultados positivos com a vacinação e a diminuição do número de óbitos e internações. No entanto, é importante a gente ressaltar que a pandemia ainda não acabou – todas as regras permanecem como antes, com algumas atividades fechadas ou funcionando parcialmente – e as fiscalizações vão continuar por toda a cidade até o fim. Com a vacinação avançando, em breve vamos poder voltar à normalidade. Falta pouco, mas enquanto isso, é importante continuar respeitando as medidas sanitárias, com cautela, cuidado e prevenção”, destaca o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

As fiscalizações ocorrem através dos comboios da Secretaria de Ordem Pública, que conta com agentes da Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e apoio da Polícia Militar, além da atuação destacada da Guarda Municipal em pontos com incidência de denúncias de aglomerações.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui