Foto: (Divulgação Prefeitura)

A Prefeitura do Rio interrompeu quatro eventos irregulares nos bairros do Centro do Rio, Botafogo, Recreio dos Bandeirantes e Bento Ribeiro, entre a tarde de sábado, dia 10, e a madrugada deste domingo, dia 11. Todos os estabelecimentos foram multados e interditados pelas equipes de fiscalização.

Em Botafogo, na tarde de sábado, agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) foram acionados para interromper um evento que acontecia em uma sauna na Rua Dezenove de Fevereiro. Havia mais de 70 pessoas aglomeradas no imóvel. O equipamento de som foi apreendido dando fim à festa. O responsável foi multado por violação de medida sanitária. O estabelecimento foi interditado após ser esvaziado pela fiscalização.

No início da noite, a Seop interrompeu um evento com cerca de 70 pessoas na Rua Buenos Aires, Centro do Rio. As pessoas estavam em local fechado, aglomeradas e a maioria não usava máscara de proteção facial. O estabelecimento foi multado por infração de medida sanitária e o equipamento de som foi apreendido. Após ser totalmente esvaziado, também foi interditado.

Na madrugada deste domingo, os agentes foram acionados para mais duas festas clandestinas. A primeira acontecia na rua Boiacá, em Bento Ribeiro. No local, os agentes flagraram cerca de 120 pessoas, incluindo muitos adolescentes, todos aglomerados e sem uso de máscara de proteção facial. O equipamento de som também foi apreendido. O local foi esvaziado com cuidado pelos agentes por causa da quantidade de adolescentes que havia no espaço. O organizador foi identificado e multado pela Vigilância Sanitária. A casa de eventos foi interditada.

O segundo evento clandestino acontecia em um bar na Avenida das Américas, Recreio dos Bandeirantes. As equipes encontraram os acessos fechados, tampados com plásticos e as luzes apagadas, dando uma aparência de que não havia evento acontecendo no local. Após acessarem o espaço, encontraram cerca de 50 pessoas reunidas. O responsável foi multado e o estabelecimento interditado pela Vigilância Sanitária.  

Todos os eventos clandestinos foram mapeados pelo setor de inteligência da secretaria após varredura nas redes sociais e também por meio de denúncias enviadas por cidadãos. Ainda no sábado, dia 10, a Subsecretaria de Operações da Seop atendeu cinco chamados com denúncias de eventos clandestinos em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Um bar foi interditado na Estrada do Campinho por funcionamento irregular, mas não foram encontradas festas clandestinas ou aglomerações no bairro.

No segundo dia fiscalização das novas medidas implementadas pelo decreto nº 48.706, entre o sábado, dia 10, e a madrugada deste domingo, dia 11, a Prefeitura do Rio registrou 1.825 autuações – entre multas e interdições a estabelecimentos, infrações sanitárias, multas de trânsito, reboques e apreensões de mercadorias. No período, foram aplicadas 60 multas a bares, restaurantes e ambulantes e 39 estabelecimentos foram fechados.

Desde sexta-feira, dia 9, as equipes de fiscalização já registraram 2.596 autuações, com 105 multas aplicadas a bares, restaurantes e ambulantes e 65 estabelecimentos fechados

Os comboios de fiscalização formados por agentes da Secretaria de Ordem Pública, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e apoio da Polícia Militar atuaram em diversos pontos da cidade, entre eles a Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Botafogo, Pechincha, Campo Grande, Taquara, Copacabana, Ipanema, Vista Alegre, Vila Valqueire, Jacarepaguá, entre outros. 

Em outra frente de fiscalização, as forças-tarefa da Guarda Municipal realizaram rondas em pontos dos bairros: Centro do Rio, Leblon, Padre Miguel, Urca, Vidigal, Tijuca, Vila Isabel, entre outros, com objetivo de coibir aglomerações e atender denúncias enviadas por cidadãos via Central 1746 da Prefeitura do Rio. Além disso, os guardas percorrem toda a orla do Rio para verificar o cumprimento da medida que proíbe a permanência de pessoas na areia das praias. As rondas são realizadas do Leme ao Pontal, incluindo as praias do Flamengo, Botafogo, Urca, Prainha, Grumari, Barra de Guaratiba e Ilha do Governador. Pessoas flagradas na areia são orientadas pelos agentes.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui