Movimentação na Rua Gonçalves Dias, no Centro do Rio - Foto Cleomir Tavares/Diário do Rio

A Prefeitura do Rio espera iniciar a próxima fase do plano de reabertura no próximo dia 26. Esta etapa inclui a liberação de uso de máscaras nas ruas. O secretário de Saúde do município, Daniel Soranz, disse em entrevista ao “Bom Dia Rio”, na “TV Globo”, que até a próxima semana, 70% da população terá completado o ciclo vacinal, possibilitando a flexibilização.

A gente está entrando na oitava semana de queda sustentada de casos, o melhor cenário epidemiológico desde o início da pandemia. Se Deus quiser, a gente caminha para o fim da pandemia na cidade do Rio. E a gente espera que no Brasil”, disse.

Soranz explicou ainda que a vacinação em outros municípios do estado também está avançada: “a gente tem um máximo de 10% de variação entre os municípios e a capital. A gente considera que isso é seguro para retomar nossas atividades”.

Ele reafirmou que é cada dia mais seguro pensar na retomada: “A tendência de queda é mantida. A cada dia, a gente tem mais segurança para dizer: ‘Sim, é possível a gente ir retomando. Sim, daqui a uma semana vai ser possível retirar as máscaras em locais abertos.’”

Liberação depende do Governo do Estado

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Defensoria Pública fluminense fizeram um alerta que, pelo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), estados e municípios têm autonomia para decidir sobre regras sanitárias contra a Covid-19. No entanto, quando há divergências entre as duas esferas, vale a norma mais restritiva.

Por isso, o município do Rio só poderá, de fato, desobrigar as máscaras em locais públicos quando o governo do estado acompanhar a decisão. 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui