Foto: Prefeitura do Rio

Neste domingo (11/07), a Prefeitura do Rio inaugurou a ciclovia Vereador Alfredo Sirkis, na Zona Sul, em homenagem ao ambientalista falecido há cerca de um ano. A homenagem contou ainda com uma ‘bicicleata’ promovida pelos familiares e amigos de Sirkis e o plantio de uma muda de Pau-Brasil, doada pela Fundação Parques e Jardins.

No mês passado, a Câmara Municipal aprovou a Lei 6.955/2021, que alterou o nome de Ciclovia do Leblon para Ciclovia Vereador Alfredo Sirkis. Na placa descerrada uma importante informação: Sirkis foi o responsável pela criação da malha cicloviária da cidade do Rio. O ambientalista foi também o primeiro secretário municipal de Meio Ambiente, em 1993.

Nada mais justo que a ciclovia do Leblon seja chamada de Vereador Alfredo Sirkis. Ele foi o criador da malha cicloviária do Rio de Janeiro, uma cidade com belas paisagens que convidam a pedalar, especialmente na orla. É com grande satisfação que prestamos essa homenagem“, disse a secretária de Conservação, Anna Laura Secco.

Sirkis é um grande exemplo. Deixou um grande legado político e como gestor público. Não tem uma intervenção ambiental que a gente faça na cidade sem lembrar dele“, completou o presidente da Fundação Parques e Jardins, Fabiano Carnevale.

A cerimônia de homenagem contou também com o apoio da Subprefeitura da Zona Sul e das secretarias municipais de Meio Ambiente e de Conservação, que ficou responsável pela instalação da placa da ciclovia, em um totem de concreto, no Espaço Zózimo Barrozo do Amaral, localizado na subida da Avenida Niemeyer, no Leblon.

O evento teve a presença dos filhos de Sirkis, Guilherme e Anna, da viúva Ana Borelli e da subprefeita da Zona Sul, Ana Ribeiro.

“Meu pai tinha um amor imenso pelo Rio. Trabalhou e lutou muito pela nossa cidade. Vamos fazer de tudo para que ele não seja esquecido“, afirmou, emocionada, Anna Sirkis.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui