Último #AeroFla da torcida rubro-negra foi para a final da Libertadores, em novembro - Foto: Reprodução/Internet

Nesta sexta-feira (13/12), o Flamengo embarca para Doha, no Catar, para a disputa do Mundial de Clubes 2019.

Com expectativa de ser bicampeão da competição (1ª e única vez até hoje foi em 1981), a torcida rubro-negra, assim como fez no embarque do time para Lima, no Peru, para a final da Libertadores, promoverá novamente um #AeroFla, termo que ficou conhecido quando a equipe viaja para algum jogo decisivo fora do Rio de Janeiro.

Devido a essa grande mobilização dos torcedores, que promete agitar a cidade, o Centro de Operações da Prefeitura preparou um esquema especial para o trânsito, com objetivo de evitar possíveis tumultos no trajeto que fará o ônibus até chegar ao Aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, Zona Norte. Agentes da CET-Rio, guardas municipais e policiais militares participarão da ação.

Na Zona Oeste, as alterações começaram às 09h, na Estrada dos Bandeirantes, em Vargem Grande, onde fica localizado o Ninho do Urubu, centro de treinamentos do Flamengo e de onde sairá o ônibus.

O trecho entre Estrada do Rio Morto e a Avenida das Américas, no início da Serra da Grota Funda, tem circulação liberada somente aos moradores e aos ônibus de linhas regulares da cidade. Por ali, passará o ônibus com os jogadores rubro-negros.

Já na Zona Norte, mais precisamente na Ilha do Governador, bairro que abriga o aeroporto, as mudanças no trânsito começaram às 10h. Os acessos à Ponte Velha do Galeão têm bloqueios nos 2 sentidos.

A entrada e saída do bairro acontece exclusivamente pela Estrada do Galeão (Ponte Nova).

Ainda em relação ao trânsito, a Prefeitura orienta que os torcedores não se desloquem ao Aeroporto do Galeão, pois, por se tratar de um dia útil, qualquer interferência nas vias poderá resultar em congestionamentos e atrasar o deslocamento da delegação.

Já em relação à segurança, desde às 08h há cerca de 70 guardas municipais atuando no ordenamento urbano e apoiando o trânsito.

Os agentes dos grupamentos de Operações Especiais (GOE), Tático Móvel (GTM) e de Trânsito (GET) atuarão nos trajetos do ônibus que leva a delegação e nos pontos de interdições do tráfego estabelecidos pela CET-Rio. Também haverá equipes atuando na Gávea, na Zona Sul, onde fica a sede social do Flamengo.

Ônibus do Flamengo cercado por multidão de torcedores no embarque do time para a final da Libertadores, em novembro – Foto: Reprodução/Internet

O ônibus levando comissão técnica e jogadores será acompanhado pela Polícia Militar desde sua saída, no Ninho do Urubu, até a entrada do Terminal de Cargas Aéreas do Aeroporto do Galeão.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui