Fila de idosos para tomar vacina contra a gripe em Copacabana Foto: Brenno Carvalho

Segundo informou o jornal O Globo, a prefeitura do Rio cogita pedir mais doses das futuras remessas de vacina contra Covid-19 que chegarem ao estado. O objetivo da medida é compensar a procura de pessoas vindas de outros estados e que se vacinaram na Capital Fluminense. A afirmação foi feita pelo secretário de Saúde, Daniel Soranz.

Segundo Soranz, cerca de 42 mil doses da vacina contra o Coronavírus foram aplicadas no Rio a pessoas nascidas em outras cidades. Esse, inclusive, foi um dos motivos que levaram executivo municipal a suspender a campanha de vacinação. Quando a campanha for retomada, o município poderá também antecipar a data de vacinação de alguns grupos para reparar o atraso desta semana, afirmou o secretário.

Notamos um aumento muito grande de pessoas vacinadas por grupo. Não conseguíamos entender muito bem o porquê desse aumento, mas todas as pessoas estavam dentro da faixa etária adequada. Agora, com a análise dos dados, percebemos que o Rio já vacinou 42 mil pessoas de outros municípios. No Sistema Único de Saúde (SUS), é um direito das pessoas se vacinarem. É um sistema único, público e universal, a gente não deve diferenciar quem deve se vacinar ou não pelo local de moradia da pessoa. Mas é necessário se colocar isso no planejamento“.

O chefe da pasta de Saúde disse também que a medida ainda será discutida com o governo do estado e as prefeituras de outros municípios. Uma outra possibilidade, segundo ele, é a criação de um calendário estadual unificado:

A gente vai discutir com a Secretaria de Estado (de Saúde) e com os outros municípios da região se a gente compensa essa migração com um aporte maior de doses ou se a gente tenta fazer um calendário único para que as pessoas não tenham de se deslocar de seu município de residência“.

Eduardo Paes admite não ter previsão para recebimento de novas doses de vacina

O prefeito Eduardo Paes afirmou que não há previsão para o recebimento de novas doses de vacina na cidade. O calendário foi suspenso para idosos de 75 anos, já a segunda dose está garantida. A declaração foi feita em cerimônia de lançamento do Programa Ronda Maria da Penha, no Palácio da Cidade, na tarde desta sexta-feira (12/03).

Eduardo Paes revelou que a procura pelas doses foi maior do que a quantidade que a Prefeitura do Rio tem em estoque. E confirmou que houve grande procura de pessoas de outros municípios.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui