Carlos Alberto Kerbes foi nomeado, por Marcelo Crivella, nesta quinta-feira, 17/10, como diretor-presidente da Companhia Carioca de Securitização – Rio Securitização. Como informa uma reportagem do Blog do Berta, Carlos Alberto foi condenado em primeira instância, em agosto deste ano, por crime fiscal em Santa Catarina e deve mais de R$ 26 milhões somente para a União.

Ainda segundo o texto do Blog: De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, a empresa CK Controladoria e Tributos, de Carlos Alberto Kerbes, deixou de declarar rendimentos que gerariam R$ 2,8 milhões em impostos para a União entre os anos de 2005 e 2008. Com os juros e as multas aplicadas pela fiscalização da Receita Federal, o valor chega, nos dias de hoje, a mais de R$ 8,2 milhões.

“Segundo a Receita Federal, os extratos das declarações prestadas pela empresa, em confronto com os extratos bancários juntados ao procedimento de investigação, evidenciam que houve movimentação financeira incompatível com a receita informada, bem como repasse dos valores a terceiros não identificados, por meio de transferências bancárias, saques e cheques”

De acordo com a Secretaria municipal de Fazenda, pasta responsável pela Rio Securitização, Kerbes é “capacitado para o cargo” e que os processos a que responde são “de cunho pessoal e possuem embargos ou recursos”.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui