Imagem meramente ilustrativa de ciclovia na Zona Sul do Rio de Janeiro - Foto: Reprodução/S2Rio

Esta quarta-feira (22/09) marca o Dia Mundial Sem Carro. Em meio à simbólica data, a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou um decreto que amplia a Rede de Mobilidade por Bicicleta (RMB).

Isso significa que a cidade terá novas ciclovias, previstas nos estudos desenvolvidos para o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Município do Rio de Janeiro (PMUS-Rio). Elas deverão ter percursos e usos seguros e equilibrados para pedestres, ciclistas e usuários dos demais modos ativos.

O objetivo é promover a utilização da bicicleta como um modo de transporte acessível e sustentável para os deslocamentos urbanos, além de facilitar a conexão aos centros de bairros, a grandes equipamentos urbanos e, sobretudo, à rede de transportes.

A expansão da infraestrutura cicloviária na capital fluminense, preferencialmente sem compartilhamento com pedestres, deverá ser estudada e planejada em projetos que envolvam obras na cidade. A RMB prevê ciclovias, ciclofaixas, faixas compartilhadas, além de estacionamentos de bicicletas. Seu detalhamento contará com a participação de diversos órgãos municipais e da sociedade civil.

Estão previstas adequações de espaços urbanos e melhorias no sistema e sinalização de forma a viabilizar a expansão da infraestrutura cicloviária com segurança viária, em trajetos lineares. As propostas de ligações para a Rede de Mobilidade por Bicicleta por Área de Planejamento, com a descrição de cada trecho, encontram-se anexadas à publicação.

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pela iniciativa. Mas a prefeitura deveria fiscalizar melhor as ciclovias atuais através da guarda municipal.
    Além disso, as atuais ciclovias estão em situação deplorável.
    Sou usuário diário de bicicleta, não elétrica, e sofremos com os carros com as 4 rodas sobre a ciclovia. Principalmente em frente ao hospital copa do’r. Não adianta ter ciclovias sem fiscalização e manutenção.
    Mesmo assim a prefeitura está de parabéns até pq educação se aprende em casa.
    Parabéns a prefeitura.

  2. 22 DE SETEMBRO – Dia Mundial Sem Carro.
    *Coletivo de carro é congestionamento, de bicicleta é mobilidade inteligente!* Quem também apoia essa ideia????

  3. Muito bom! Acrescentaria a obrigatoriedade de uma disciplina escolar, do ensino fundamental ao médio, sobre as leis de trânsito. Os transportes públicos, sobretudo, os ônibus deveriam ter dispositivos para carregarem bicicletas, o que já ocorre em várias cidades do mundo e em algumas poucas no Brasil.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui