Projeto da Prefeitura vai estimular o uso de bicicleta no Rio - Alexandre Macieira/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro está elaborando um grupo de trabalho para avaliar, identificar e criar projetos em relação à utilização por parte da população de bicicleta e outros meios de transporte de pequeno porte não poluentes, como patins, patinetes e skate. Em cerca de 10 dias, membros de 9 órgãos municipais deverão ser indicados para dar início às reuniões.

Com 458km de ciclovias e mais de 4 mil bicicletários, o Município quer aproveitar essa  infraestrutura para melhorar a mobilidade urbana de maneira sustentável. Para isso, os  integrantes do referido grupo terão que analisar o sistema atual e propor estratégias  para a sua expansão, conservação e integração aos meios de transporte coletivo.

O grupo de trabalho terá ainda que propor a normatização do sistema e encaminhar sugestões que estimulem o uso de meios de locomoção não poluentes. A proposta também leva em consideração o compromisso do Rio em neutralizar emissões de gases até 2050, sua vocação para o transporte urbano sustentável e os investimentos já realizados em ciclovias, ciclorrotas e faixas compartilhadas.

De acordo com pesquisa em relação ao impacto da utilização de biciclestas no Rio, conduzida em 2018 pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), 36% das  viagens de ônibus poderiam ser feitas à base de pedal. No entanto, na capital fluminense, a população ainda utiliza frequentemente os ônibus para se locomover. Sobre os trajetos, 27% têm até 5km e 9% têm entre 5km e 8km.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

3 COMENTÁRIOS

  1. Fala-se de investir em transporte alternativo como se fosse a coisa mais complicada e onerosa de uma gestão pública, quando na verdade sabemos que é um custo pífio em relação a tantos outros projetos que são aprovados e que não possuem tantos benefícios quanto. TORÇO para que, desta vez, Prefeitura (Eduardo Paes) e vereadores olhem para isso com o devido carinho. A sociedade só tem a ganhar!

    OBS: Moro no Caju e trabalho em Copacabana. ADORARIA ter condições favoráveis de fazer o trajeto completo em segurança. Levaria o mesmo tempo que gasto de ônibus. Porém a ciclovia segura acaba no Boulevard Olímpico. Dali em diante (sentido Avenida Brasil / Zona Norte) é por nossa conta e risco 🙁

  2. Hoje um ciclista quase atropela um casal de idosos.. Tudo porque não parou no sinal quando ficou vermelho embora estivesse na mesma mão dos carros e tendo os carros parados à sua frente e visse pedestres atravessando… Estava com toda roupa esportiva.. Ou seja, é desses que depois quando morre um reclama dos motoristas… Ambos porém fazem grandes barbaridades no trânsito.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui