Momento em que a Pira Olímpica é reacesa — Foto: Reprodução/TV Globo

A pira olímpica dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2021 só será acessa, oficialmente, na abertura da maior competição esportiva do mundo, nesta sexta-feira (23/07), porém, no Rio de Janeiro Prefeitura do Rio reacendeu no início da noite desta quinta-feira (22) a pira olímpica da Rio 2016, na Candelária, Centro do Rio.

Símbolo dos jogos, a pira carioca foi acesa por Letícia Barreto, de 13 anos e Alexandro Custódio Junior, de 12 anos, que integram projetos em vilas olímpicas da Capital Fluminense.

A réplica da pira oficial permanecerá acesa durante todo o período das Olimpíadas de Tóquio. De acordo com a prefeitura, o monumento e todo o seu entorno, foram totalmente revitalizados e serão entregues aos cariocas.

Prefeitura do Rio anuncia a retomada do legado do Parque Olímpico

Mais cedo, Eduardo Paes anunciou o projeto do legado do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, nesta quinta-feira (22/07). A Prefeitura vai retomar o projeto original de 2016, desmontar a Arena do Futuro e o Centro Aquático Olímpico, além de conceder por 15 anos à iniciativa privada as Arenas Carioca 1 e 2, além do Centro Olímpico de Tênis.

“Vamos implantar o legado previsto na época que fizemos o planejamento para os Jogos Rio 2016. Foi uma das Olimpíadas mais baratas da história, com o maior volume de investimento privado e não tem um elefante branco aqui. O legado urbano também está aí. Foram obras que a Olimpíada trouxe como oportunidade e que servem atualmente à população, como o sistema BRT, o Porto Maravilha e o VLT“, frisou Paes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui