Grade derrubada na Praça Mahatma Gandhi, no Centro do Rio - Foto: Divulgação

Em mais uma etapa do projeto ”Reviver Centro”, que visa revitalizar a região central do Rio de Janeiro, a Prefeitura da capital fluminense, representada pela Subprefeitura do Centro e as secretarias municipais de Planejamento e Urbanismo (SMPU) e de Meio Ambiente (SMAC), deu início nesta terça-feira (15/06) à retirada das grades que cercam a Praça Mahatma Gandhi. Com isso, o referido espaço passa a se ”conectar”, por exemplo, à Cinelândia e também ao Aterro do Flamengo, vizinhos ao local.

Além das pastas citadas acima, vale ressaltar, a ação contou com apoio também de agentes da Guarda Municipal e de profissionais das companhias municipais de Limpeza Urbana (Comlurb) e de Energia e Iluminação (RioLuz).

”Seguimos trazendo um conceito de ‘cidade viva’ para o Centro do Rio de Janeiro. Com a retirada do gradil da Praça Mahatma Gandhi, iremos integrá-la com a Cinelândia e com o Aterro do Flamengo, tornando a praça mais um acesso de circulação para os cariocas. Essa é mais uma ação integrada ao Reviver Centro, que busca tornar a região central um polo de moradia e de maior integração do comércio com os moradores locais”, diz Leonardo Pavão, subprefeito do Centro.

O que é o ”Reviver Centro”

Aprovado oficialmente pela Câmara Municipal do Rio em 01/06, o projeto ”Reviver Centro” consiste, em suma, na ressignificação da região central da cidade, deixando de ter apenas viés comercial e passe a ser referência também no âmbito residencial.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui