Foto: Reprodução/TV Globo

Nesta terça-feira (30/03), o governo do estado do Rio, por meio da Secretaria de Saúde (SES), anunciou o calendário único de vacinação da Covid-19. De acordo com o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), a unificação do calendário foi realizada a pedido dos prefeitos. No entanto, as Prefeituras não pareceram muito satisfeitas com o cronograma estadual.

As prefeituras dos cinco maiores municípios do Rio de Janeiro contestaram o Calendário Único de Vacinação. Os prefeitos do Rio, São Gonçalo, Niterói, Nova Iguaçu e Duque de Caxias se disseram surpresas com o decreto estadual. A maior reclamação é com relação aos grupos prioritários para vacinação.

De acordo com o calendário único do estado, profissionais de segurança e da educação devem ser vacinados antes das pessoas que possuem comorbidades, ou seja, que apresentam maior riscos de morte caso peguem a Covid-19.

Segundo o governador Cláudio Castro (PSC), o calendário servirá para que todos possam se orientar e caminhar juntos, mas não é obrigatório.

Segundo o portal de notícias “G1”, alguns municípios já afirmaram que não seguirão o calendário estadual. Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, disse que vai seguir as regras do Plano Nacional de Imunização, deixando de lado as orientações do governo estadual. Em Duque de Caxias, também na Baixada, o prefeito Washington Reis (MDB) informou que também não vai seguir o calendário do estado.

Na capital, as autoridades disseram que a proposta é única em todo país, já que o executivo estadual sugere pegar doses das vacinas entregues aos municípios para vacinar grupos que não são prioritários, segundo o PNI.

Niterói, na Região Metropolitana, também não irá aderir ao calendário. A prefeitura disse que vai vacinar primeiro as pessoas com comorbidades. Já a Prefeitura de São Gonçalo vai realizar uma reunião na tarde desta quarta-feira (31/03) para decidir o que fazer nas próximas etapas da vacinação no município.

1 COMENTÁRIO

  1. Está mais do que na hora de pensar em quem possui comorbidades… Essas pessoas estão sofrendo demais! E caso contraiam a Covid-19, é quase certo o óbito ou uma ocupação prolongada de leito hospitalar. Por favor, divulguem a vacinação e os critérios!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui