Estação de Tratamento Guandu - Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente da Cedae, Eder Fernandes, afirmou que o lantânio, um metal pesado que está contido nas 190 toneladas da argila modificada, o Phoslock, utilizada para tentar reduzir a geosmina na água, não é uma substância tóxica.

Em entrevista ao programa “RJTV”, na TV Globo, ele disse que, antes de fazer a licitação para o uso da substância, a companhia fez uma avaliação técnica e que, ao contrário do estudo da Coppe/UFRJ que comprova a alta toxicidade do produto e dos estudos internacionais que o relacionam a problemas no fígado, malformações congênitas no lábio e no palato e danos à fertilidade, não foi encontrado nenhum relato sobre isso.

Já foi dito pela empresa que aplica que o lantânio não é um metal pesado. Nós estamos aplicando em dosagens baixíssimas na lagoa e nós não captamos água da lagoa, mas no Rio Guandu. Se faz uma confusão muito grande com a concentração de metais pesados. A Cedae garante que a água tratada que está sendo fornecida à população é uma água sem contaminantes. A afirmação de um professor que diz que a água está contaminada sem estudos e sem análise da qualidade da água é irresponsabilidade demais“, afirmou Eder.

Sobre o problema da alta incidência de geosmina na água que a companhia não consegue resolver desde o ano passado, Eder disse que o segmento operacional de descarga que foi realizado na madrugada desta quarta-feira pode ser realizado quantas vezes forem necessárias, mas não é feito mais vezes para evitar a interrupção do fornecimento de água.

Na estação de tratamento, nós estamos usando o carvão ativado para diminuir a concentração de geosmina e está diminuindo. Se você verificar as análises deste ano em relação ao ano passado, vai ver que estão dando padrões muito mais baixos. No mês passado, a OMS divulgou um novo relato sobre a geosmina que conta que, em quatro partes pro trilhão, é possível o olfato humano detectar a geosmina. Então nós estamos conseguindo sim reduzir, mas ainda sim é possível perceberem concentrações baixas“, disse.

O presidente da empresa também afirmou, quanto ao desconto na conta de água por conta da irregularidade da qualidade da água fornecida à população, que as pessoas tiveram esse valor deduzido no fornecimento e que a empresa está informando que a água com geosmina pode ser consumida.

1 COMENTÁRIO

  1. A quem interessa vender a Cedae?
    Estão criando caos para que o povo apoie a venda da Cedae.
    A Cedae é do povo do Estado do Rio de Janeiro!
    Bens naturais não se vendem!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui