Primeira peça do Museu

Um cadeado de senzala encontrado em uma fazenda no município de Valença (RJ), do século XIX, doado pelo pesquisador e conselheiro municipal de Cultura Marconni Andrade, foi apresentado como a primeira peça do Museu da Escravidão e da Liberdade (MEL), que deve ser montado na Zona Portuária, nos próximos meses.

Como tudo ainda está no começo, inclusive o nome (representada pela sigla MEL) ainda é provisória. Essa sigla foi escolhida em alusão ao derivado da cana-de-açúcar essencial na alimentação dos escravos no Brasil colonial – o melado ou mel de engenho.

Pao-do-OuvidorO Shopping Paço do Ouvidor já é uma referência no centro da cidade do Rio de Janeiro. Quer conferir? Passa no Paço!

Vamos atuar para que esse centro de referência já seja a semente do Museu que queremos criar junto com vocês. Aqui vamos nos reunir, planejar, conversar e compartilhar ideias, depoimentos e memórias. Estamos já fazendo com que o Museu comece, e já sendo visitado, com a doação e exposição de sua primeira peça”, disse Nilcemar Nogueira, Secretária Municipal de Cultura.

Para ajudar no projeto do Museu, basta acessar este link.

Para maiores informações, Secretária Municipal de Cultura.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui