Foto: Divulgação

Por conta da situação atual da pandemia de Covid-19, o Rio Open 2021, o principal torneio de tênis da América do Sul, foi cancelado. No entanto, em publicação no Twitter, os organizadores confirmaram que o campeonato irá ocorrer em 2022.

Previsto para acontecer em fevereiro, o torneio foi, inicialmente, adiado porém sem data definida pelo circuito, mas como o cenário da pandemia ainda não está controlado, foi necessário deixar o evento para fevereiro de 2022, quando o torneio será realizado no Jockey Club Brasileiro.

Previsto para acontecer em fevereiro, o torneio foi, inicialmente, adiado porém sem data definida pelo circuito. Havia a expectativa de um cenário mais nítido com relação ao controle da pandemia nos meses seguintes, o que permitiria a definição e aprovação de uma nova data, ainda em 2021. Infelizmente, até o momento, o cenário ainda é de indefinição. Com isso, a próxima edição do torneio será realizada em fevereiro de 2022, no Jockey Club Brasileiro“, diz o comunicado oficial.

A última edição do torneio levou cerca de 50 mil pessoas ao Jockey Club, na Gávea, Zona Sul, e 30% desse público era de fora. Em relação à receita, o torneio bateu R$ 129,8 milhões em impacto econômico, de acordo com a consultoria Deloitte, e 85% desse valor ficou com o estado.

O cancelamento da edição 2021 do Rio Open é uma demonstração do respeito que temos pelo nosso público e pelo Rio de Janeiro. Mas podem estar certos de que estamos trabalhando para fazer da edição de 2022 uma grande celebração, um encontro inesquecível”, diz Márcia Casz, diretora geral do Rio Open.

Desde 2014, o público do Rio Open, maior torneio da América do Sul, já viu nomes como Rafael Nadal, David Ferrer, Pablo Cuevas, Dominic Thiem, Diego Schwartzman, Laslo Djere e Cristian Garin serem campeões. O público também pode ver outros grandes nomes do esporte mundial em ação – Kei Nishikori, Jo-Wilfried Tsonga, John Isner, Marin Cilic, Gael Monfis, Fabio Fognini – e novas estrelas surgirem no cenário internacional como Felix Auger Aliassime, Carlos Alcaraz, Casper Ruud, Thiago Monteiro, Thiago Wild, entre outros.

Para quem quiser acompanhar um pouco dos 7 anos de história do torneio, o Rio Open Doc, lançado em fevereiro, segue disponível na plataforma Now.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui