Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Ao completar dez anos em 2021, o Procon Carioca comemora a data promovendo ações como a capacitação de toda a equipe e a implementação do Proconsumidor, novo sistema de atendimento, lançado nesta segunda-feira (05/07), que reduzirá o tempo de espera por uma resposta. Isso será possível porque ele reúne todas as empresas cadastradas no consumidor.gov para receber a reclamação eletronicamente. Antigamente a notificação era enviada pelos Correios.

O Proconsumidor é um projeto piloto e inovador, em parceria com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). A previsão é que todo o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) migre para essa tecnologia, que será disponibilizada aos demais Procons do país.

Desde a sua criação, o Procon Carioca já registrou 1.289.792 reclamações de consumidores que tiveram problemas com empresas. Para registrar a reclamação, basta acessar um dos canais de atendimento da Central 1746 da prefeitura, o site www.rio.rj.gov.br/proconcarioca ou as mídias sociais do órgão.

Já o Sindec é um sistema que integra o atendimento de 644 Procons, em 958 postos de atendimento no país. O sistema em desenvolvimento é uma evolução do modelo anterior, mais moderno, com o objetivo de trazer maior agilidade na hora de atender as demandas dos cidadãos sobre relações de consumo e já inicia com mais de mil empresas cadastradas.

Essa não é a primeira vez que o Procon Carioca participa da fase piloto de uma ferramenta para auxiliar o dia a dia dos consumidores. Em maio de 2014, os moradores do Rio foram os primeiros a ter acesso à plataforma consumidor.gov.br, contribuindo com a experiência no atendimento eletrônico realizado pela Central 1746.

Segundo o secretário Municipal de Cidadania, Renato Moura (Patriotas), outras ações em benefício dos consumidores estão por vir:

– É fundamental que o órgão acompanhe a evolução tecnológica do mercado e que os dados gerenciais se mantenham transparentes para todo o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Além de atender melhor e mais rápido, os relatórios gerados auxiliarão no desenvolvimento de políticas públicas municipais de defesa do consumidor.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui