Os agentes do Procon Estadual do Rio de Janeiro estiveram nesta segunda-feira (24/05) no Supermarket do bairro Arsenal – Rua Dr. Eugênio Borges, 938 – no município de São Gonçalo para verificar denúncias de consumidores, conforme ofício encaminhado pelo MPRJ. Produtos sem data de manipulação e validade, além de alimentos expostos na área de venda sem qualquer proteção que impeça o contato de moscas, por exemplo, foram identificados pelos fiscais e descartados. O estabelecimento foi autuado.

Costela bovina, linguiça, salsicha, fígado, coxa e filé de frango, carré, chispe e garganta suínos, garganta salgada, rabinho, bucho, lombo, orelha e ponta de costela foram descartados, totalizando 218kg e300g. Alguns produtos estavam na câmara congelada, outros na área de exposição ou geladeira de vendas.

Outro problema identificado durante a ação foi em relação ao valor cobrado pelas sacolas plásticas. O supermercado cobra um preço acima do valor de custo, o que é proibido pela lei estadual 8473/19.

Problemas estruturais como sujeira e desorganização, ferrugem, ralo quebrado e sem tela de proteção, fiação exposta, lixeira sem tampa e pedal também foram identificados pelos fiscais. Além disso, o estabelecimento não exibia cartazes como os do “Disque 180”, do telefone e endereço do Procon-RJ, nem o que informa a proibição de venda de bebidas alcoólicas aos menores de idade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui