Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

Magistrados e servidores do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) aumentaram a produtividade durante a pandemia, como demonstram dados do relatório Justiça em Números 2021. Realizado com base no ano de 2020, o relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aponta um aumento de 58% no índice de produtividade de magistradas e magistrados, enquanto a produtividade de servidoras e servidores cresceu 81%. A comparação foi feita em relação aos dados do exercício de 2016 quando houve eleições municipais, assim como 2020.

Em 2016, por exemplo, foram proferidas 36.267 sentenças, das quais 33.469 na primeira instância e 2.798 na segunda. Já em 2020, foram 60.753 decisões, sendo magistradas e magistrados das zonas eleitorais responsáveis por 59.077 sentenças. As demais 1.676 decisões foram do Colegiado. O número de novas ações também aumentou em relação a 2016. Foram 27,94% a mais, com 69.538 novos casos em 2020 e 54.348 em 2016. O crescimento médio por magistrada e magistrado foi de 99,5%, com 409 novos casos per capita. O aumento médio foi de 136% para as 2.197 servidoras e servidores, com 85 novos casos para cada uma delas e deles.

Elaborado desde 2003 pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ) do CNJ, o relatório Justiça em Números busca fazer um diagnóstico do desempenho da atividade judicial brasileira, abrangendo os 90 órgãos do Poder Judiciário previstos na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Também reúne dados orçamentários e quantitativos de pessoal, dando mais transparência ao trabalho do Poder Judiciário.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui