Programa ‘Cidade Integrada’ tem quase 60% de aprovação de moradores do Jacarezinho e Muzema

O projeto atende mais de 50 mil pessoas da capital fluminense e promete um investimento no saneamento básico da região

Foto: João Gurgel

Uma pesquisa feita pelo Datafolha, no mês de abril, 59% dos entrevistados (644 moradores) responderam ser a favor do programa Cidade Integrada que, recentemente, completou três meses. O projeto atende mais de 50 mil pessoas nas comunidades do Jacarezinho e da Muzema, nas zonas Norte e Oeste da capital fluminense.

Há previsão total de investimento chegar a R$ 500 milhões nas duas regiões. Além das ações e projetos em áreas sociais e de desenvolvimento, órgãos de Segurança do estado também registraram queda nos índices de criminalidade nessas áreas.

No âmbito estadual, o Instituto de Segurança Pública (ISP) apresentou dados, sobre o primeiro trimestre deste ano, que mostram que o estado apresentou o menor número de homicídios dos últimos 31 anos. Outras reduções significativas aconteceram no indicativo “Mortes por intervenção de agente do Estado” e nos roubos de rua, de veículos e de cargas.

O governo também tem investido em projetos de sucesso, como o Segurança Presente. Já são 43 bases em todo o estado.

O governador, Claudio Castro, contou que o PactoRJ está transformando a cidade. “Ao todo, estão sendo investidos R$ 17 bilhões até 2024 em mais de 50 projetos nos 92 municípios. Com as intervenções em andamento e as que estão por vir, a estimativa é que sejam gerados 150 mil novos postos de trabalho”, completou o governador.

Fazem parte do PactoRJ as obras de revitalização das estações do Teleférico do Alemão, a construção 50 mil imóveis, a reforma de outros 50 conjuntos habitacionais, a criação e recuperação de unidades do Programa Restaurante do Povo, além de obras de mobilidade e de melhorias em infraestrutura urbana.

Outra medida que promete mudar o Rio de patamar diz respeito à concessão dos serviços públicos de abastecimento de água e esgoto, licitados em 2021. A previsão é que cerca de R$ 32 bilhões sejam investidos ao longo de 35 anos na infraestrutura dos 49 municípios que aderiram ao projeto. Serão R$ 12,3 bilhões em projetos de água e R$ 19,5 bilhões em projetos de esgoto.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui