Divulgação: Prefeitura

A Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio) elaborou o projeto Fala Juventude, destinado a jovens de comunidades carentes que não estudam e nem trabalham, impactados pela falta de perspectiva. Através do projeto, a Prefeitura pretende incentivar a instrução desse público e estabelecer canais de diálogo entre o poder público e a juventude.

Em cada localidade atendida serão realizados 5 encontros durante uma semana, nos quais serão oferecidas oficinas de qualificação cultural e profissional. Nesta primeira edição, o foco será a produção audiovisual, que contará com aulas teóricas e práticas. Os jovens receberão aulas de fotografia, drone, edição de vídeo, produção de eventos e uma palestra, em parceria com o Sebrae, sobre institucionalização e formalização ao final do ciclo.

O secretário da JUVRio, Salvino Oliveira, ressaltou a importância de promover atividades que engajem os jovens na participação ativa junto ao poder público e na sua capacitação. “Pensamos em um programa com temáticas que possibilitem ao jovem inovar tanto na esfera de seu lazer quanto no âmbito do mercado de trabalho. Para além do primeiro contato com o campo audiovisual e suas oportunidades, as oficinas são ainda um estímulo ao campo dos sonhos e ao desenvolvimento dessas capacidades para facilitar a inserção nesse setor”, destacou Salvino Oliveira.

Além do ciclo de capacitação, os jovens atendidos receberão uma Cartilha dos Direitos da Juventude, esclarecendo dúvidas sobre as suas vivências cotidianas. Eles participarão das oficinas e também de espaços onde se sintam confortáveis para estabelecer um diálogo saudável com a esfera pública municipal.

Os interessados em participar do Fala Juventude devem se inscrever no site, a partir desta segunda-feira (15/03) até o dia 28/03. O ciclo de oficinas temáticas, no campo audiovisual, será oferecido a pessoas de 15 a 29 anos da Cidade de Deus, Rocinha e Lins de Vasconcelos.

Oficinas e cronograma

O Fala Juventude oferecerá 120 vagas no total, sendo 40 por comunidade. Jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica em geral são o foco do programa, cujas oficinais serão ministradas nos períodos da manhã e tarde. Aqueles que participarem de todas as cinco oficinas da semana receberão um certificado de participação e uma versão impressa de uma das fotos que tenham tirado na oficina de fotografia.

O Sebrae fará uma palestra, ao final de cada ciclo, aos jovens com conhecimentos básicos sobre o exercício de sua cidadania, garantia de direitos para se tornar um Micro Empreendedor Individual (MEI) e as opções para poderem aplicar no mercado de trabalho o que aprenderam ao longo da semana.

A lista dos candidatos selecionados será divulgada no dia 1º de abril nas redes sociais da JUVRio (@juvrio no Instagram, Facebook, Twitter, Youtube e TikTok). A Rocinha receberá o primeiro ciclo de oficinas (5 a 9 de abril), seguida pela Cidade de Deus (12 a 16 de abril) e Lins (26 a 30 de abril). Esclarecimentos sobre horários e locais serão informados aos selecionados pela equipe da JUVRio.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui