A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico, informa que uma nova fase do projeto Hortas Cariocas, da Secretaria de Meio Ambiente, foi iniciada no Parque Madureira. O projeto, que já disponibilizou dezenas de toneladas de alimentos para famílias do subúrbio carioca, começou a cadastrar o nome e endereço dos moradores do entorno do Parque Madureira para que eles possam trocar lixo reciclável por legumes e verduras produzidos na horta do parque.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.


A iniciativa visa alertar as pessoas para a importância de descartar o lixo de forma correta e reforçar o conceito da reciclagem no Rio de Janeiro. O morador cadastrado leva o lixo reciclável para o Hortas Cariocas que separa esse lixo e envia para a reciclagem, e o morador recebe alimentos em troca. Segundo o hortelão responsável pelas hortas do Parque Madureira, Douglas dos Santos, de 29 anos, o projeto agora quer conseguir reciclar ainda mais materiais.

“Ver os terrenos do Parque Madureira sendo usados para prover alimentação para os mais necessitados, em uma iniciativa conjunta da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico com a Secretaria de Meio Ambiente, é essencialmente o que representa o Legado Olímpico. A união por uma iniciativa tão importante como essa, que ajuda a cuidar das pessoas, é o que deve guiar o futuro do Rio de Janeiro”, destaca a secretária Especial de Turismo e Legado Olímpico, Camila Sousa.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui