Foto: José Lucena

Um projeto do prefeito Marcelo Crivella, publicado nesta quarta-feira (04/03) no Diário Oficial da Câmara, promete aumentar o número de táxis nas ruas do Rio em mais de 9 mil veículos. A informação foi publicada na coluna da jornalista Berenice Seara, no portal do Jornal Extra.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

A medida modifica a lei que regulamenta a profissão de taxista — e aumenta a proporção de carros em relação ao número de cariocas. Atualmente, esse número é de um para cada 192 pessoas. Pela nova proposta, a conta muda para 150 habitantes.

De acordo com a reportagem, a proposta chega à Camara Municipal depois de várias batalhas para votar um projeto do presidente da Casa, Jorge Felippe (MDB), que favoreceria a categoria: pelo texto, a frota de veículos por aplicativos tipo Uber e 99 seria reduzida para apenas cerca de oito mil, ou 10% dos que rodam atualmente na cidade. No entanto, a votação nunca chegou a acontecer.

3 COMENTÁRIOS

  1. Tem que reduzir a tarifa dos táxis. É um absurdo pagar 40 reais do Largo dos Leões para o Centro. No Uber ou 99 sai em torno de 19 reais. Por que alguém vai oegar táxi? Só quem não sabe usar aplicativo. Se for em dezembro mais 25 da tarifa para 13 * salário. A tarifa é escorchante

  2. As pessoas, o POVO usa UBER ou 99POP e similares por causa do PREÇO.
    A única saída para o TAXI seria a proposta do Indio da Costa quando foi candidato a Prefeito em 2016, é reduzir a quantidade excessiva de taxas que os taxistas são obrigados a pagar para a Prefeitura para poder rodar com um taxi na praça de forma a reduzir o custo final ao passageiro.
    Não adianta colocar mais 9 mil novos taxis na rua se não há demanda para tal serviço no preço que é, R$ 6 a bandeirada + R$ 2 e tanto por quilômetro.
    Tambem por outro lado, pouco adianta ao taxista o aplicativo Taxi Rio que permite e concede descontos de até 40% no preço da corrida mas se o taxista ao conceder tal desconto, não compensa para o taxista a corrida por causa dos altos custos de taxas a pagar para manter o taxi em dia.
    Portanto, a solução e a saída é essa, ouvir o Sindicato e a categoria, reduzir os custos dos taxistas para que possam oferecer preços mais acessíveis mas sem perder a qualidade.
    O próprio Uber e 99POP, para oferecer os preços que eles oferecem, é cada carroça velha rodando nas ruas ou quem coloca um carro melhor, o preço baixo das corridas fora a taxa de comissão a ser paga aos aplicativos, os motoristas de aplicativos tem que ficar rodando 12 horas por dia, tem uns que chegam a exaustão de rodar até 16h a 17 horas em um dia para atingir uma determinada meta de faturamento que cubra os custos de manutenção e combustível.

  3. NA VERDADE O QUE EASE FDP QUER É ACABAR COM OS APLICATIVOS E GANHAR APOIO E VOTOS DOS TAXISTAS
    .EASE CARA É UM CANALHA DEMAGIGO MENTIROSO..HIPOCRITA…APLUCATIVOS VAMOS REAGIR ENQUANTO AINDA TEMOS TEMPO.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui