Projeto de lei aprovado na Alerj propõe incentivo à primeira empresa

A medida é de autoria do deputado Rodrigo Amorim (PTB) e irá beneficiar jovens entre 16 e 35 anos

Foto: Rozana Lopes/Diário do Rio

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou em primeira discussão, na última quinta-feira (04/08), o Projeto de Lei 5.173/21, que cria o Programa “Sou Jovem, Sou Empreendedor”. A medida visa incentivar a criação de novas empresas no estado, além de estimular o interesse dos jovens fluminenses ao mercado de trabalho e ao empreendedorismo.

O Projeto de Lei 5.173/21, de autoria do deputado Rodrigo Amorim (PTB) beneficiará jovens matriculados nas escolas da rede pública, estudantes bolsistas de cursos técnicos e superiores e as pessoas entre 16 e 35 anos que tenham empresa aberta ou que busquem abrir sua primeira empresa.

O Programa “Sou Jovem, Sou Empreendedor” será realizado em seis etapas: o diagnóstico de perfil empreendedor e cursos de iniciação ao empreendedorismo, de gestão empresarial e de elaboração do plano de negócios, de acesso à linha de crédito, de criação da primeira empresa (custeada com uma linha de crédito de até R$50 mil da AgeRio autorizada pelo projeto) e o acompanhamento das empresas durante os dois primeiros anos.

“O empreendedorismo jovem trata do fenômeno de abertura de negócios com ideias inovadoras por pessoas entre 18 e 30 anos de idade, o que tem acontecido com maior frequência a partir da segunda metade dos anos 2000, estando relacionado principalmente à globalização do mundo dos negócios e o desenvolvimento das ferramentas tecnológicas, que além de oferecer as suas próprias oportunidades também abriu campo para a abertura de novas empresas em diferentes setores”, explicou o autor na justificativa do projeto.

A medida ainda precisa passar por uma segunda discussão no plenário da Casa da Alerj para aprovação.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui