Foto: Divulgação

Uma realidade que sempre foi difícil, vem ganhando uma face quase desesperadora. Desde o início da pandemia o numero de animais abandonados vem crescendo muito, de acordo com protetores e ONGs.

E para tentar driblar as dificuldades, como gasto com remédios, veterinários, ração, o projeto @ajudapatas da Maré, vem promovendo encontro com animais abandonados resgatado, para incentivar adoção e arrecadar doação.

Hoje nós temos noventa e nove cães abandonados, sem contar os gatos. Estamos passando por muita dificuldade, tem animais que chegam precisando de cirurgia, cães com patas amputadas, entre outros problemas,” contou Bruna Saraiva, fundadora do projeto.

Como é o caso do Mike, foi atropelado e abandonado. Não precisa de cadeirinha
Anda, corre, vive normalmente, mesmo assim continua no abrigo. O cãozinho foi resgatado pelo projeto e tem aproximadamente sete anos. Já está castrado, vacinado, vermifugado

E para arcar com tanta despesa, o Ajuda Patas, promoveu no último fim de semana o Dia D, que aconteceu no Piscinão de Ramos. Representantes de outros projetos estiveram presentes, unindo forças, junto a moradores e voluntários.

Quem chegava podia escolher um cãozinho e passear no calçadão – uma forma de interação entre população e animais abandonados – os cachorros também tomaram aquele banho no piscinão e aproveitaram o dia para se divertir.

O projeto Ajuda Pastas recebeu ao longo do fim de semana doação de ração e tampas de garrafa pet, para serem trocadas por castração.

O evento foi um sucesso. Nosso principal objetivo é incentivar a adoção, são milhares de animais abandonados esperando um lar. E toda doação de tampinha a gente reverte em castração“, explicou Heloísa, coordenadora do ajuda Patas.

E quem esteve no evento aprovou a iniciativa. “Foi um dia diferente, onde dediquei parte do meu tempo aos animais. Já tenho três gatos e um cachorro, e todos foram adotados. Não existe amor maior,” contou a design Erika Flores.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Quintino Gomes Freire

Diretor-Executivo do Diário do RIo e defensor do Carioca Way of Life

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui