Projeto piloto de distrito turístico começa a tomar forma na Glória

O Secretário Municipal de Turismo, Bruno Kazuhiro, entende que o bairro da Glória merece estar na lista de regiões que recebem cuidado com foco no potencial turístico

Na terça-feira (30/11), a Secretaria Municipal de Turismo reuniu órgãos da Prefeitura do Rio e a PMERJ para debater um plano de segurança, ordenamento e zeladoria da área da Praça Paris e seu entorno, no bairro da Glória.

O Secretário Municipal de Turismo, Bruno Kazuhiro, entende que o bairro da Glória merece estar na lista de regiões que recebem cuidado com foco no potencial turístico.

Estiveram presentes na reunião representantes de diversos órgãos que vão auxiliar nessa atenção com o bairro, escolhido para basear esse projeto piloto de distrito turístico.

Além da Secretaria Municipal de Turismo (SETUR), a reunião contou com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEOP), Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Conservação (SECONSERVA), RioLuz, CET-Rio e a Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública, com representantes da SEGOVI e da Gerência Executiva Local (VII Gel Botafogo), que compreende o bairro da Glória, além do 2º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela segurança da região.

A atuação desses órgãos municipais abrange ações como organização de roteiros turísticos da região, ordenamento e patrulha, revitalizações, adequação e incremento da iluminação e organização do trânsito, entre outros pontos. No caso da PM, a corporação apresentou a ideia de colocar no bairro uma companhia avançada, o que faria aumentar o policiamento. A Guarda Municipal, por sua vez, já passou a ter na Praça Paris uma guarnição 24 horas por dia.

O Prefeito Eduardo Paes e os órgãos da Prefeitura do Rio estão trabalhando em conjunto para recuperar e ordenar a cidade que foi abandonada na gestão anterior. As áreas turísticas do Rio também precisam dessa atenção, não apenas para o turista ver uma cidade mais limpa, segura e organizada, mas também para resgatarmos a qualidade de vida e a autoestima do carioca. A Glória está justamente entre a Zona Sul e o Centro, áreas de grande fluxo de turistas. O bairro tem diversos atrativos históricos e mais modernos que merecem ser visitados. Vamos trabalhar com as demais secretarias, com a subprefeitura e com a gerência local para fomentar o turismo na região”, afirma o Secretário Bruno Kazuhiro.

A região da Glória tem recebido muitos investimentos, como novos restaurantes, empreendimentos imobiliários e o novo campus da ESPM.

3 COMENTÁRIOS

  1. providência 00

    Eliminbar a banca de jornal que não é usada para sua finalidade e só serve para sanitário de moradores de rua e outros, junto à grade da Igreja da Lapa do Desterro.
    Até agora nem o padre conseguiu a sua eliminação fétida e espanta cidadãos que por ali passam, bem na calçada oposta da Sala Cecília Meirelles

  2. Enquanto as calçadas do bairro forem tomadas por vendedores de qualquer coisa suspeita tornando quase impossível andar e enquanto o Largo da Glória funcionar como entreposto logístico de catadores de LIXO nenhum turista vai querer circular pelo bairro.

    • Exato, o pior da Glória especialmen perto da Lapa é a sujeira e a desordem de vendedores de quinquilharias nas calçadas. Dá uma sensação de insegurança horrível. Cortar caminho de bicicleta vindo do catete para o centro pela rua da Lapa faz todo sentido pois encurta muito a distância, mas a desordem urbana, quantidade de buracos e falta de ciclofaixa torna a empreitada uma aventura arriscada na contramão.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui