Foto: Reprodução/Redes Sociais

A equipe do vereador Tarcísio Motta (PSOL) lançou nesta quinta-feira (24/06), um abaixo-assinado virtual para pressionar parlamentares a votar a favor do projeto de lei (PL) nº103/2021, que obriga empresas de aplicativos de entregas e de transporte individual privado de passageiros a manter, no mínimo, três pontos de apoio em cada uma das áreas de planejamento do município do Rio de Janeiro para entregadores, motoristas e demais trabalhadores.

De autoria de Tarcísio Motta, o PL descreve ainda a estrutura mínima que cada ponto deve ter, como sanitários e vestiários masculinos e femininos, sala para apoio e descanso, com wi-fi e recarga de celular gratuitos, espaços para refeição e para estacionar bicicletas e motos.

“Elaboramos esta lei para melhorar as condições de trabalho dessas pessoas, que são sufocadas por uma jornada de mais de 10 horas por dia, praticamente sem folga e sem direito trabalhista”, ressalta o vereador.

No site do abaixo-assinado, é possível ler o projeto de lei na íntegra: www.pontosdeapoioja.com.br.

5 COMENTÁRIOS

  1. Vamos apoiar andar na contramão, sobre a calçada, sem as luzes ligadas, sem placa, avançando o sinal, buzinando no túnel, com escapamento barulhento, ultrapassando pela direita, quebrando retrovisores, tem mais…
    A população não apóia essa categoria.
    Mas esse aí é da turma que só anda de motorista, só pode ser. Vive na bolha do partidão.

  2. A CADA DIREITO DEVE CORRESPONDER UM DEVER…

    TODOS OS TRABALHADORES DEVERIAM SER AUTÔNOMOS, MAS POSSUIR FIRMA INDIVIDUAL E PAGAR IMPOSTOS, EM VEZ DE VIVER DE MIGALHAS DE INFORMALIDADE CONSENTIDA.
    O QUE NÃO DÁ É PARA POLÍTICOS FAZEREM REVERÊNCIA COM O CHAPÉU DOS EMPREGADORES.
    ABAIXO O PATERNALISMO… QUE CADA UM SEJA RESPONSÁVEL PELOS SEUS DEVERES, EM VEZ DE VIVER EXIGINDO SOMENTE DIREITOS.
    BRASILEIRO NÃO PRECISA DE ESMOLAS PORQUE TEM UM PAÍS RICO…
    O QUE HÁ DE MUITO ERRADO, INFELIZMENTE, É A POBREZA DE ESPÍRITO E O VÍCIO DE PODER E RIQUEZA DOS DIRIGENTES E POLÍTICOS POPULISTAS.
    PAREM DE FAZER LEIS IRRESPONSÁVEIS DE DIREITOS ESMOLEIROS E DEIXEM QUE AS PESSOAS SEJAM RESPONSÁVEIS POR SEUS DEVERES…

  3. Se o projeto vem do Tarcísio Motta, pode ter certeza que parte do total desconhecimento econômico e descuido com relação aos seus efeitos práticos. Uma vergonha que ele receba um salário de Vereador para fazer esse tipo de coisa. Concordo integralmente com os comentários acima.

  4. Que coisa inteligente! Vai agregar mais custos em empresas que só possuem prejuízo e seus investidores aguardam seus lucros há longo prazo!!! Sabe o que vai acontecer?! Às empresas irão parar de operar e esses mesmos que reivindicam mais benéficios, ficarão sem trabalho! Parabéns ao vereador Tarcísio Mota pela ótima proposta de desemprego, como todo esquerdista…

    • Isso aí! Mas, pergunte se ele quer abrir uma empresa de motoboys ou entregas de encomendas, contratar pessoas… pergunte se ele faz algo para ajudar a economia da cidade a melhorar. Ele acha que o empresário tem a obrigação de se responsabilizar por tudo. Esses pontos podiam ser providenciados pela própria prefeitura, podiam explorar publicidade no local para o custeio, tem uma empresa de obras públicas para fazer o serviço etc. mas, se não tapam nem os buracos das ruas, dizer mais o quê? Assim, qualquer um pode sentar lá e ficar elaborando “soluções” e jogar no colo alheio.
      Inventar obrigações para os outros, do alto de suas cadeiras macias, é mole.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui