Foto: Reprodução Facebook Tia Surica

Tia Surica completou oito décadas de vida em novembro de 2020, mas as comemorações tiveram de ser adiadas devido à pandemia. Com isso, tudo que estava sendo planejado precisou ser readaptado aos novos tempos. Assim nasceu o projeto “Tia Surica da Portela, 80 anos”.

O projeto foi viabilizado por meio do edital promovido pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Lei Aldir Blanc. Várias ações fazem parte dessa proposta.

O principal produto do projeto é o álbum comemorativo dos 80 anos de Tia Surica, que tem como objetivo reafirmar a memória do samba e a valorização da voz da mais antiga pastora em atuação. O CD “Conforme eu sou” é também uma homenagem ao saudoso compositor Manacéa, que levou Tia Surica para a Velha Guarda da Portela. São 12 composições de autoria dele, sendo apenas uma em parceria: “Volta, meu amor”, composta por Manacéa e a filha Áurea Maria.

No Dia das Mães, foi lançado o single “Conselho da mamãe” em plataformas de streaming. No dia seguinte, 10/05, Tia Surica fez um live de bate-papo no Instagram reunindo quatro amigos: o violonista Paulão 7 Cordas, responsável pela direção musical do projeto; o produtor e jornalista Marcos Salles; o cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz; e o escritor João Baptista Vargens. Eles conversaram sobre o projeto e a relação de Tia Surica com Manacéa.

No dia 16/05, foi a vez de a música tomar conta. O canal de Tia Surica no YouTube disponibilizou um show gravado no Teatro Rival Refit, apresentando o repertório do CD “Conforme eu sou”. O espetáculo contou com participação especial da cantora Cristina Buarque e a direção musical de Paulão 7 Cordas.

O albúm acaba de ficar pronto para ser lançado com direito a show com transmissão on-line pelo canal da Tia Surica no YouTube e parcerias gastronômicas no Rio de Janeiro e em São Paulo para fazer o CD chegar até os fãs.

Para adquirir o CD, é preciso encomendar até o dia 10/06 uma refeição de chefs e restaurantes parceiros e, pagando mais R$ 30, recebe o CD junto com o pedido no domingo seguinte, dia 13. É o combo CD + refeição. No Rio, são dois parceiros – o restaurante Casa do Porto e a chef Lenaide Mota, dependendo do local da entrega. Já em São Paulo, são quatro parcerias.

A ideia é que o fã encomende a refeição até o dia 10/06 e garanta seu CD, para saborear a comida curtindo a roda de samba que Tia Surica gravou na Portelinha e que vai ser transmitida a partir das 15h do dia 13/06 pelo canal dela no YouTube.

A proposta foi seguir a coerência com as origens de Tia Surica. Por isso, foi criada essa ação de fortalecimento das empreendedoras de gastronomia, que se reinventam na atual conjuntura pandêmica. Assim, estará realizada a experiência de saborear uma boa comida, ouvindo um bom samba e ajudando quem está lutando pela sobrevivência num momento tão preocupante.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Vanessa Costa
Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui