Foto: Robert Gomes / Prefeitura do Rio A Guarda Municipal do Rio ampliou nesta terça-feira, 27 de agosto, de 29 para 38 o número de agentes empregados no plano de contingência para o ordenamento e fiscalização do trânsito do Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador. O fluxo de veículos para lá aumentou em função de o aeroporto receber grande parte dos voos do Santos Dumont, cuja pista está fechada para obras até 21 de setembro. O foco da atuação é o ordenamento e a fiscalização do trânsito, para melhorar a mobilidade e a fluidez do tráfego nos dois terminais. Além disso, há o auxílio aos usuários do BRT e o monitoramento constante do Viaduto do Galeão, Avenida Brigadeiro Trompowski, viaduto de acesso à Avenida Vinte de Janeiro e da Avenida Vinte de Janeiro. – A Secretaria Municipal de Transportes, a CET-Rio e a Guarda Municipal estão engajadas para prover todos os recursos necessários para o bem-estar dos passageiros e mitigar os impactos no trânsito. O efetivo de guardas foi ampliado, e novas medidas foram tomadas a partir de estudo de técnico, que autorizou o tráfego de táxis pela via exclusiva do BRT e fechou os retornos da Avenida Vinte de Janeiro, para melhorar a fluidez no trânsito – explica o subdiretor de trânsito, inspetor Itaharassi Bomfim Junior, recomendando aos passageiros que antecipem a chegada ao aeroporto para seguir viagem com tranquilidade. Equipes de trânsito permanecerão atuando no aeroporto Santos Dumont, para manutenção do ordenamento e da mobilidade nos dois terminais e também para apoiar o embarque e desembarque dos ônibus que fazem o transporte entre os dois aeroportos. As ações da GM começaram na quarta-feira, dia 21 de agosto, e estão sendo realizadas pelo Grupamento Especial de Trânsito (GET) da Zona Norte, 12ª Inspetoria da Guarda Municipal (Ilha do Governador) e pelos Grupamentos de Guardas Motociclistas (GGM) e de Apoio ao Turista (GAT), com o apoio de oito motocicletas e quatro carros. Saiba mais: Compartilhe WhatsAppFacebookTwitterCompartilhar Categoria: Cidade, Guarda Municipal, Rio Faz Destaque 27 de agosto de 2019 Marcações: Aeroporto Internacional Tom Jobim Guarda Municipal prefeitura do Rio de janeiro trânsito Mais Notícias Vigilância Sanitária realiza primeira etapa de ações prévias para Bienal Internacional do Livro 27 de agosto de 2019 SMTR autoriza circulação temporária de táxis no corredor do BRT Transcarioca até o Galeão 27 de agosto de 2019 Rio+Seguro: foragidos da Justiça são capturados no Fundão e em Copacabana 26 de agosto de 2019 Procon Carioca terá atendimento em Ricardo de Albuquerque e em Vila Isabel 26 de agosto de 2019 Castelinho do Flamengo recebe iluminação especial para peça de teatro 26 de agosto de 2019 Ambulante Legal distribui mais 204 crachás de identificação e chega a quase três mil beneficiados 26 de agosto de 2019 Saiba onde castrar gratuitamente seu cão ou gato de estimação e como fazer o agendamento 26 de agosto de 2019 Vigilância Sanitária inspeciona eventos no Parque Olímpico e no Riocentro durante o fim de semana 26 de agosto de 2019 NOTÍCIAS RECENTES Ações de saúde marcam Dia Nacional de Combate ao Fumo Ações de saúde marcam Dia Nacional de Combate ao Fumo 27 de agosto de 2019 Vigilância Sanitária realiza primeira etapa de ações prévias para Bienal Internacional do Livro Vigilância Sanitária realiza primeira etapa de ações prévias para Bienal Internacional do Livro 27 de agosto de 2019 SMTR autoriza circulação temporária de táxis no corredor do BRT Transcarioca até o Galeão SMTR autoriza circulação temporária de táxis no corredor do BRT Transcarioca até o Galeão 27 de agosto de 2019 Imortais da ABL debaterão com alunos de escolas da Prefeitura a vida e obra de Monteiro Lobato Imortais da ABL debaterão com alunos de escolas da Prefeitura a vida e obra de Monteiro
Foto: Robert Gomes / Prefeitura do Rio

Em breve, a Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) pode ter mais uma atribuição. Tramita na Câmara do Rio, Projeto de Lei nº 1.554/2019, de autoria do ex-vereador Alexandre Arraes (PSDB), que delega à Guarda poder para fiscalizar, fazer vistorias, montar operações, apurar e aplicar sanções à poluição sonora veicular. Estão na mira equipamentos que produzam som audível pelo lado externo de veículos de qualquer espécie, independentemente do volume ou frequência.

A partir da década de 1970, o ruído passou a receber mais atenção como fator de desconforto e insalubridade dos centros urbanos, que causa considerável incômodo à população. Nesse contexto, o município tem muito a atuar, é uma questão de interesse local e que afeta o dia a dia dos cidadãos cariocas“, explica Arraes.

A medida prevê também que a autoridade de trânsito fiscalize sons e ruídos que perturbem o sossego público decorrentes do uso indevido ou da descaracterização irregular do veículo. O uso indevido ou a descaracterização irregular compreende o mau funcionamento ou modificações, como alterações indevidas no escapamento.

Excetuam-se da fiscalização os veículos de competição e os de entretenimento público, apenas nos lugares de competição ou de apresentação, quando devidamente autorizados; e buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha à ré, sirenes, e ruídos emitidos pelo motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo, desde que dentro dos limites permitidos.

De acordo com a proposta, caberá ao Poder Legislativo regulamentar a lei, inclusive dispondo obrigatoriamente sobre as sanções às infrações administrativas previstas.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui