PT do Rio deve manter apoio a Marcelo Freixo

Washington Quaquá, recuou de um pedido feito à Executiva Nacional do PT para apoiar a candidatura de Rodrigo Neves (PDT)

Marcelo Freixo e Alessandro Molon. PSB/Divulgação

De acordo com o jornal A Tribunal, um dos maiores opositores do apoio do PT a candidatura de Marcelo Freixo (PSB) a governador, o vice-presidente nacional do PT e ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá, recuou de um pedido feito à Executiva Nacional do PT para apoiar a candidatura de Rodrigo Neves (PDT). As ameaças eram devido a razão da decisão do PSB de manter a candidatura de Alessandro Molon (PSB) ao Senado, o que desfaria acordo para apoiar o candidato do PT, André Ceciliano.

O recuo, diz A Tribuna, se deu depois que depois que o PSB decidiu que não vai fazer repasses do fundo eleitoral para Molon. Assim ele terá uma candidatura sufocada, já que dependerá apenas das contribuições de pessoas físicas. Quem sabe Anitta, que declarou apoio ao candidato, poderia ajudar em uma vaquinha

A decisão final será nesta sexta-feira, 5/8, em reunião da Executiva Nacional. Mas com o recuo de Quaquá, sinal que algo aconteceu nos bastidores, dificilmente a votação será contra a aliança dos partidos.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Estava nítido que essa movimentação do Quaquá era puro jogo de cena para desgastar a aliança e, com isso, favorecer o verdadeiro candidato dele: Cláudio Castro.

  2. Disso tira-se um aprendizado: Molon incomoda quem não presta. O PT do Rio, com raras excessões, só tem o que não presta, incluindo aí o André Cecilicastro. A depender de mim, se a Anita fizer uma vaquinha, eu participo. Meu voto será no Molon e quero que o Qua-Qua vá Pro-Pro raio que o parta.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui