PUC-Rio suspende obrigatoriedade do uso de máscaras em seu campus

Decisão está baseada na ''redução drástica'' dos casos de Covid-19 na capital fluminense

PUC-RJ Reprodução: Internet

A Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), seguindo a tendência mundial, comunicou nesta quarta-feira (12), que o uso obrigatório de máscara de proteção está suspenso em todas as áreas do seu campus, podendo a decisão ser revertida a qualquer momento, caso a unidade educacional verifique que a comunidade universitária esteja sob risco sanitário. As exceções dizem respeito às áreas de Saúde da universidade, ou, em casos de pessoas com sintomas gripais.

A decisão da universidade está baseada na “redução drástica” dos casos de contaminação por Covid-19, na cidade do Rio de Janeiro, após o amplo esforço de vacinação empreendido pela Prefeitura, que já “havia abolido o uso obrigatório das máscaras em áreas públicas e privadas”, conforme destacou a PUC-RJ na nota. No que diz respeito aos jovens acima de 18 anos, faixa etária dos estudantes universitários, eles já contariam com a segunda dose de reforço da vacina contra o novo coronavírus, reforçando ainda mais a decisão da Reitoria.  

A nota da PUC-RJ destacou ainda que “o uso das máscaras continua sendo aconselhado para idosos, pacientes com doenças crônicas e comorbidades ou qualquer pessoa que se sinta desconfortável com esta flexibilização.”

Leia abaixo a nota da PUC – RJ na íntegra.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui