TV box piratas apreendidas no Rio serão destruídas — Foto: Divulgação/Receita Federal

Uma ação da Receita Federal e da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) nesta quarta-feira (5) destruiu 97 mil aparelhos de tv box piratas no Rio.

A mercadoria apreendida, avaliada em R$ 13,6 milhões, foi recolhida no porto do Rio de Janeiro e no Porto de Itaguaí, em 2019 e 2020.

Os Aparelhos ilegais. que transmitem sinais de TV a cabo e streaming, estão presentes em R$ 4,5 milhões de lares e causam um prejuízo de R$ 9,5 bilhões para a indústria audiovisual brasileira por um ano.

O comércio ilegal de mercadorias traz prejuízos para todos, eliminando empregos e investimentos no Brasil e, além disso, acarreta o cometimento de outros delitos graves por parte das organizações criminosas que promovem essa prática“, afirma o superintendente da Receita Federal na 7ª Região Fiscal, auditor-fiscal Flávio José Passos Coelho.

O prejuízo aos cofres públicos, com o imposto que deixa de ser recolhido, chega a R$ 1 bilhão.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui