Foto: Reprodução Redes Sociais

Duas pessoas morreram na queda de um helicóptero, nesta quinta-feira (15/10), em Passa Três, distrito de Rio Claro, na Região Sul Fluminense. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave não estava apta a realizar voos. De acordo com dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade cancelado e com o Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) vencido.

Segundo o Corpo de Bombeiros, agentes do Batalhão de Barra Mansa foram acionados por volta de 8h para a Rua Orandina Gabriel, no distrito de Passa Três. Bombeiros de Piraí também atuaram no local. De acordo com o Samu, os mortos são dois homens, ainda não identificados. Um deles foi ejetado da aeronave, e outro ficou preso às ferragens.

Moradores da região ouviram estrondos durante a queda. A causa do acidente será investigada.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) disse que investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) iniciaram um processo de apuração e coleta de dados sobre o acidente. Os militares fotografaram a cena, retiraram partes da aeronave para análise, reuniram documentos e ouviram relatos de testemunhas.

O objetivo da investigação realizada pelo Cenipa é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes garante a liberdade de tempo para a investigação. A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente“, diz a nota da FAB.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui