Raphael Montenegro - Foto: Reprodução

Na manhã desta terça-feira (17/08), uma operação da Polícia Federal (PF), intitulada de Simonia, prendeu o secretário estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap-RJ), Raphael Montenegro, e 2 subsecretários da pasta, Wellington Nunes da Silva (gestão operacional) e Sandro Farias Gimenes (superintendente). A força-tarefa contou com a colaboração também do Ministério Público Federal (MPF) e do Departamento Penitenciário Federal (Depen).

De acordo com as investigações, a cúpula da Seap-RJ realizou acordos com chefes do Comando Vermelho (CV), considerada a maior facção criminosa de tráfico de drogas do estado, ”em troca de ganhar influência em relação aos locais de atuação destes traficantes e outras vantagens ilícitas”.

Entre os acordos negociados com o CV estariam, por exemplo:

  • A volta de criminosos presos na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, para o RJ;
  • O acesso de pessoas e itens proibidos em unidades prisionais fluminenses;
  • A libertação – ilegal -, em 27/07, de Wilton Carlos Rabello Quintanilha, o Abelha, considerado um ”criminoso de altíssima periculosidade, contra quem havia mandados de prisão pendentes”

Durante a apuração da PF, chamou a atenção dos agentes as visitas que Montenegro realizou a chefes do Comando Vermelho presos no Paraná. Vale ressaltar que o nome da operação, Simonia, é referente a uma prática da Idade Média em que pessoas empossadas em algum tipo de cargo concediam benefícios ilegais em troca de vantagens também ilícitas.

Raphael Montenegro chegou ao comando da Seap no fim de janeiro, nomeado por Cláudio Castro (PL), à época ainda governador em exercício, substituindo Marco Aurélio Santos.

Segundo informações da ”TV Globo”, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária ficará a cargo a partir de agora de Victor Hugo Poubel, que é delegado da PF. Isso acontecerá após a exoneração de Montenegro ser publicada no Diário Oficial, fato este que ainda não aconteceu.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui