Força-tarefa integrada da Seop no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste - Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

Representada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a Prefeitura do Rio de Janeiro realizou, na última segunda-feira (28/12), uma ação conjunta de ordenamento urbano no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste da capital fluminense. O comboio – focado na fiscalização do comércio, trânsito e regras de ouro de combate à pandemia – percorreu a Rua da Natividade, onde demoliu 6 estruturas irregulares, sendo a maioria de venda de alimentos e bebidas e um lava a jato.

Com agentes municipais e estaduais, a força-tarefa aproveitou a ocasião para também desfazer 8 ligações clandestinas de água e energia elétrica, além de interditar um restaurante por falta de documentação, multar um hortifrúti sem licença sanitária, e retirar do espaço público 5 trailers e 3 ambulantes não autorizados. Já no trânsito, foram aplicadas duas multas.

Temos o Imóvel que você procura. Block Imóveis

Além disso, as equipes recolheram cerca de 6 toneladas de resíduos sólidos, como sofás, cadeiras, pedaços de madeira e parte das estruturas demolidas (armações de ferro, telhas de alumínio, lonas e até construções em alvenaria). Também foram apreendidos 2 aspiradores de pó usados, um compressor de água e uma placa de publicidade.

11 COMENTÁRIOS

  1. Os Moradores do condominio Vila Real gostaram porque fazer comercio clandestino no espaço que é reservado para calçada, torna a Rua Natividade uma BAGUNÇA, digna de uma FAVELA, o que desvaloriza algumas propriedades em que se investiu muito dinheiro. Existem casas na Rua Natividade que estão sendo vendidas em torno de 1 milhão. É um investimento muito alto para se ver deteriorado por barracos destinados a comércio clandestino. Todos os que investiram em comércio clandestino na Rua Natividade e até moradores que construiram no espaço projetado para rua sabem que um dia terão que sair, até porque a área está se valorizando e atraindo projetos imobiliários. É questão de tempo, embora essa conversa já tenha mais de 20 anos.

  2. Fazer só com uma parte não vale. O Rio está lotado de trambiqueiro andando de carrão e morando muito bem. Aí vai lá e fazem essa palhaçada? Os trailer era de trabalhadores…. Pura hipocrisia isso

  3. O Brasil e roubado desde sua colonização. E o que tem de colarinhos brancos no Recreio e na Barra da Tijuca todos 171. Trambiqueiros!!!!
    Porque os menos favorecidos também não podem? Alugar duas kitnetes e terem água e luz de graça! Vocês que estão por cima, adoram ir lá comprar com eles e depois ficam aí cuspindo no prato.

  4. Enquanto isso nós pagamos as contas.. A luz vem um absurdo. Pq pagamos pelos erros dos outros. Ninguém pensa em ninguém a não ser em si mesmo. Humanidade pra mim deu muito errado, já pode acabar!

  5. A maioria esmagadora das construções irregulares no Rio de Janeiro tem inquilinos, o que significa que alguém está ganhando por trás da desordem. E se tem inquilino, é porque tem renda. E se tem renda, não precisa ocupar lugar irregular e pode alugar uma moradia em outro local.

  6. É o parque Chico Mendes, até quando vai ser invadido pelos coitadinhos do terreirão, que de coitadinhos ñ tem nada, só quando é conveniente, otários somos nós que temos que seguir regras. Se falar em mexer neles, a comunidade aparece como a pobrezinha discriminada.
    Adoram uma quitinetizinha, prá alugar e viver de renda. Aqui ó….

  7. É muito pouco ainda, mas muito pouco mesmo! Basta caminhar pela Avenida Gilka Machado e observar o descaso com o pagador de imposto… Diversas construções irregulares invadindo o parque de preservação Chico Mendes, inúmeras construções irregulares, o que falar de gatos de água e energia que provavelmente são abundantes, é lamentável!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui