Windsor Marapendi, na Barra da Tijuca, um dos hotéis da rede que faz parte da campanha - Foto: Divulgação

A campanha “Mais Rio por Menos” é uma ação inédita de alinhamento entre todos os setores que atuam direta ou indiretamente no turismo para acelerar a retomada. A Rede Windsor Hoteis irá participar oferecendo 30% de desconto em hotéis da Zona Sul, Barra da Tijuca e Centro, para hospedagem de 16 a 30 de outubro. As reservas devem ser realizadas até o dia 30 de outubro, pelo site da Rede.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

A ação promocional é uma iniciativa do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (Hotéis Rio) e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), e foi abraçada pelo publicitário Roberto Medina, que assina a campanha, e conta com a adesão de toda a cadeia receptiva do turismo: hotéis, restaurantes, equipamentos turísticos, shopping centers, aeroporto internacional RIOgaleão e terminais rodoviários do Rio e dos principais destinos emissores, seja através de descontos, condições especiais ou apoio na divulgação.

A Rede Windsor acredita muito na retomada do turismo do Rio. Nosso público está muito forte em Minas e São Paulo e dar essa oportunidade deles de conhecerem melhor a cidade e experimentam não apenas a qualidade e excelência de sempre, mas também total segurança aos hóspedes. Esse é o nosso objetivo“, diz Bianca Rodrigues, gerente comercial da Rede Windsor Hoteis, que tem 14 unidades no Rio de Janeiro.

Com adesão histórica dos empresários fluminenses dos mais diversos segmentos, como de transportes interestaduais, pedágios, MetrôRio, Fetranspor, Rodoviária do Rio, Socicam, entre outros, representantes do setor apostam na ação para acelerar a resposta do turismo doméstico, onde prevalecem as viagens rodoviárias em núcleos familiares. Dessa forma, todos os diversos setores que fazem parte desta grande cadeia produtiva afetada pelo turismo estão juntos e empenhados na retomada econômica do estado do Rio.

Estamos diante de uma parceria inédita com enorme adesão dos diversos setores que, de alguma forma, compõem a experiência do turista. De transportes a shoppings, além, é claro, dos equipamentos turísticos e meios de hospedagem, todos darão seu apoio oferecendo condições imperdíveis ou mobilizando seus canais de divulgação para ampliar o alcance da campanha, com as mídias sociais como grande impulsionador”, destaca Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio e do Conselho Deliberativo da ABIH-RJ.

A reabertura de pontos turísticos, parques e hotéis, aponta que o Rio de Janeiro está pronto para receber os visitantes. Tudo alinhado com todos os protocolos de combate ao coronavírus impostos pelos governos federal, municipal e estadual, para garantir o cumprimento das normas de prevenção à Covid-19 na segurança de profissionais e visitantes, neste momento em que as viagens retomam à rotina dos brasileiros.

A ação Redescubra o Rio fez parte do projeto de atrair visitantes aos pontos turísticos do Rio de Janeiro, mas com foco no público interno, destinada aos cariocas e fluminenses. Já na campanha Mais Rio por Menos, as ações estão focadas no fluxo de visitantes provenientes de outros estados, turistas do mercado nacional, já que o turismo rodoviário é visto como a grande aposta desta retomada e com resposta mais rápida.

O turismo é um importante motor econômico da cidade, responsável por impactar direta e indiretamente mais de 500 setores produtivos da nossa economia, além de ser um dos principais pagadores de impostos. Somente na capital, são mais de 180 mil empregos gerados pelo setor hoteleiro.


Sem uma ação promocional robusta, a recuperação total pode demorar até quatro anos. Sem verba pública para impulsionar a retomada, a união do setor mostra-se fundamental, não somente para a recuperação do turismo, mas também para o reaquecimento da economia. A adesão dos parceiros superou as expectativas e essa união é fundamental para dar o fôlego que precisamos ao setor de turismo”, ressalta Paulo Michel, presidente da ABIH-RJ.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui