Glaidson Acácio dos Santos Foto: Reprodução

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (25/8), a Operação Kryptos, com objetivo de desarticular organização criminosa responsável por fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas. Um dos presos na ação foi o dono da GAS Consultoria Bitcoin, Glaidson Acácio dos Santos, por suspeita de pirâmide financeira.

A força-tarefa encontrou Glaidson em uma mansão em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Segundo a última atualização da PF, foram apreendidos na casa R$ 20 milhões em espécie, entre notas de real, dólar e euro, além de barras de ouro.

De acordo com a investigação, a GAS Consultoria Bitcoin, que tem sede no município de Cabo Frio, na Região dos Lagos/RJ, é responsável pela operacionalização de um sistema de pirâmides financeiras ou “esquemas de ponzi”, calcado na efetiva oferta pública de contrato de investimento, sem prévio registro junto aos órgãos regulatórios, vinculado à especulação no mercado de criptomoedas, com a previsão de insustentável retorno financeiro sobre o valor investido.

Nos últimos seis anos, a movimentação financeira das empresas envolvidas nas fraudes apresentou cifras bilionárias, sendo certo que aproximadamente 50% dessa movimentação ocorreu nos últimos 12 meses.

Os investigados poderão responder, pelos crimes de gestão fraudulenta/temerária instituição financeira clandestina, emissão ilegal de valores mobiliários sem registro prévio*, organização criminosa e lavagem de capitais, e, se condenados, poderão cumprir pena de até 26 anos de reclusão.

Na ação de hoje, cerca de 120 policiais federais cumprem sete mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e no Distrito Federal. Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e decorreram de um esforço conjunto entre a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu comecei a investir esse ano na empresa e SEMPRE PAGARAM CERTINHO, até mesmo adiantado na maioria das vezes. Todos os escritórios são super equipados e todos que conheci que investem a muito tempo sempre receberam. Se fala em suposta “fraude” ou em “pirâmide”, mas até agora não apareceu NINGUÉM LESADO. NAO TEM NENHUM INVESTIDOR RECLAMANDO. O pagamento de um dos meus contratos que cairia hoje foi pago adiantado, ontem mesmo. A verdade é que os bancos e o governo brasileiro não está pronto pra lidar com criptomoedas.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui