Rei e Rainha do Mar agita praia de Copacabana

O maior festival de águas abertas e esportes de praia do Brasil reuniu mais de 4 mil participantes e coroou a italiana Rachele Bruni e o jovem brasileiro Luiz Felipe Loureiro, vencedores do super challenge de 10 km

Foto: Divulgação / Effect Sport)

O Rei e Rainha do Mar retornou ao seu tradicional palco para encerrar a temporada 2021 com milhares de atletas em diferentes modalidades e com o alto astral que é marca registrada do evento. O maior festival de águas abertas e esportes de praia do Brasil reuniu mais de 4 mil participantes na praia de Copacabana nesse domingo, dia 12, e coroou a italiana Rachele Bruni e o jovem brasileiro Luiz Felipe Loureiro, vencedores do super challenge de 10 km do RRM Copacabana 2021.

Há quase dois anos o Rei e Rainha do Mar não realizava edição nas areias e águas em seu local de nascimento, sua verdadeira casa. A saudade era grande, mas a energia dos participantes foi ainda maior. O evento reuniu atletas de 21 estados brasileiros, e mais seis países além do Brasil. Competidores da Itália, Portugal, Alemanha, Estados Unidos, Uruguai e Burkina Faso engrandeceram as disputas de natação no mar, corrida na areia, stand up paddle e biathlon (natação e corrida).

Entre os milhares de atletas inscritos que se dedicaram em suas respectivas provas, Rachele Bruni e Luiz Fernando Loureiro brilharam na disputa mais longa do evento, o super challenge de 10 km. A italiana, medalha de prata na Olimpíada Rio 2016, provou estar em sintonia com o mar de Copacabana e completou o circuito em 2 horas e 6 minutos. Já o talento brasileiro Luiz Felipe Loureiro, estreante no RRM, precisou de 1 hora e 56 minutos para triunfar.

“Estou muito feliz de vencer aqui, voltar ao Rio, um lugar especial. Sempre vou guardar a cidade em meu coração. A prova foi muito difícil, tive dificuldades ao longo do percurso, mas no final deu tudo certo. Estou muito feliz de verdade”, comemorou a nadadora de 31 anos, natural de Florença, Itália. As brasileiras Cibelle Jungblut e Gloria Raizer Ribeiro completaram o pódio feminino do super challenge.

“Deu tudo certo em minha estreia no Rei e Rainha do Mar, em Copacabana, um palco olímpico. O percurso teve um pouco de marola, o que deixa ainda mais empolgante. Consegui fazer força na hora certa, me senti muito bem. A temperatura da água estava ótima, estrutura do evento impecável, então consegui nadar muito bem. É a minha principal conquista na carreira até aqui, estou muito feliz”, celebrou Loureiro, gaúcho de Porto Alegre e de apenas 18 anos. Ao seu lado no pódio, o campeão contou com os brasileiros Thiago Maturana Ruffini e Luiz Felipe Pires, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

O RRM Copacabana 2021 contou com programação voltada à família e atletas. Entre as opções de natação, estavam a categoria open (500 metros), sprint (1 km), classic (2,5 km) e challenge (5 km), além do super challenge (10 km). A corrida ofereceu o beach run (2,5 e 5 km) e o beach biathlon (1 km de natação no mar e 2,5 km de corrida na areia da praia). Stand up paddle teve duas distâncias no percurso pela deslumbrante orla da praia de Copacabana, 3 e 6 km. As crianças também participaram do festival com provas de corrida e natação dedicadas a elas (a partir de 3 anos para kids run e 9 anos para natação no mar, contando com todo suporte de segurança do evento), assim como os atletas PcD. Todos os resultados estão disponíveis por meio do site reierainhadomar.com.br.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui