Os relógios digitais da cidade vão informar a quantidade de pessoas em circulação - Divulgação/Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio começou a veicular boletins informativos em tempo real, transmitidos nos relógios digitais de rua , sobre a circulação de pessoas na cidade e em determinados bairros. A comunicação visa orientar as pessoas que precisam se locomover, como funcionários de serviços essenciais e as pessoas que dependem dessas atividades. O município informou que objetivo da ação é conscientizar quem deveria estar em casa, reforçando a importância do isolamento social.

A iniciativa é feita em pareria com o Centro de Operações Rio, a as empresas Clear Channel e Cyberlabs. Os dados utilizados nos informativos são provenientes das câmeras de trânsito instaladas da cidade pelo Centro de Operações do Rio de Janeiro (COR), órgão de integração das operações urbanas no município. A CyberLabs, por sua vez, usa sua inteligência artificial para mensurar o fluxo de pessoas registrado nas câmeras. A partir dessa ferramenta, é criado um algoritmo para comparar a circulação daquele momento com o mesmo horário e local de dias antes do início oficial da quarentena.

Os relógios digitais da Clear Channel, que estão conectados à internet, vão exibir uma arte integrada aos dados analisados pela CyberLabs e fornecidos pela Prefeitura, permitindo uma comunicação dinâmica ao mostrar a circulação de pessoas em diferentes bairros.

Nas últimas semanas, o número de pessoas nas ruas do Rio de Janeiro aumentou em determinados locais e diminuiu em outros, segundo levantamento da CyberLabs. Números levantados na segunda-feira mostram aumento na circulação de pessoas na última quinzena. A taxa de isolamento social caiu de 79% para 74% em 15 dias.

De acordo com Alexandre Cardeman, chefe executivo do COR, a presença de pessoas nas ruas vem aumentando desde o início do monitoramento.

No início do uso desta ferramenta de monitoramento, em meados de março, a média era de uma redução de 85% de pessoas nas ruas em relação a uma situação anterior à Covid-19. Já no final de abril, esse indicador chegou a uma média de até 77%“, disse.

Cardeman também comentou sobre da ferramenta.

É muito importante que as pessoas sigam as recomendações das autoridades. Os números de infectados e óbitos causados pela Covid-19 estão aumentando a cada dia, enquanto o isolamento está caindo. Os relógios serão uma ferramenta de fundamental importância na campanha de conscientização das pessoas“, concluiu.

Inteligência artificial

Segundo os responsáveis pela ação, A mídia OOH vem se mostrando cada vez mais versátil no uso de tecnologias, próprias ou de empresas parceiras.

A inteligência artificial é a bola da vez em diferentes segmentos do mercado. Integrar os relógios digitais da cidade com dados analisados em tempo real é mais um direcionamento do uso da tecnologia, cooperando com a quarentena efetiva no combate ao coronavírus“, explica Felipe Vignoli, sócio fundador da CyberLabs.

De acordo com André Colmenero, especialista de Produtos e Desenvolvimento de Negócios Digitais da Clear Channel, os relógios digitais da empresa, que estão conectados à internet, estão exibindo uma arte integrada aos dados analisados pela CyberLabs e fornecidos pela prefeitura, permitindo uma comunicação dinâmica ao mostrar a circulação de pessoas em diferentes bairros.

Devido à conectividade e possibilidade de integração com outras plataformas, como a fornecida pela CyberLabs, o segmento OOH é extremamente eficiente na prestação de serviços em diferentes frentes. Queremos incentivar o uso do meio para essa finalidade, pois temos diferentes formatos de integração em tempo real com outros serviços online, e prestar um serviço importante à comunidade” – esclarece.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui