Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio - Foto: Estefan Radovicz/Agencia O Dia

Os dias de repescagem da vacinação contra a Covid-19 no Rio de Janeiro serão menos frequentes a partir da próxima semana. A informação foi passada pelo secretário municipal de Saúde da capital fluminense, Daniel Soranz, na manhã desta quarta-feira (07/07) em entrevista ao programa ”Bom Dia Rio”, da ”TV Globo”.

”Este grupo acima de 40 anos é um grupo que interessa muito vacinar e, por isso, a gente está tendo repescagem todo dia. Mas, depois de 40 anos, vai começar a segurar a repescagem, obrigando que as pessoas procurem a vacinação no seu dia específico”, disse, antes de complementar pedindo que as pessoas não escolham qual vacina tomar.

”É muito importante que, se você está elegível, vá se vacinar. Não fique escolhendo vacina. Não fique rodando de posto em posto. Todas as vacinas protegem contra a Covi19 e as formas graves da doença.Então, a recomendação é que se proteja o quanto antes. Cada dia que você fica atrasando a sua vacinação para escolher vacina, você está mais vulnerável a ser internado ou, até mesmo, morrer de Covid. O quanto antes as pessoas puderem se vacinar, sem escolher vacina, melhor é”, disse.

O secretário, no entanto, ressaltou que ainda será preciso alguns dias de repescagem para o público que não conseguiu ser imunizado na data marcada. Segundo ele, pessoas entre 40 e 59 anos correspondem a 49% das internações por Covid-19 no Rio e, devido a isso, são necessários mais dias para que esta população seja vacinada.

4 COMENTÁRIOS

  1. Tem pessoas que não devem tomar a de Oxford por problemas de saude…produzindo efeitos colaterais intensos..Sendo necessario tomar a vacina Jansen ou da Pfizer…a da coronavac imunidade baixa e não entra na União Européia, nem USA..por exemplo!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui