Os investimentos de R$ 2,3 bilhões em saneamento básico, nos próximos 5 anos, foram apresentados ao prefeito Eduardo Paes, nesta quinta-feira (09/09), em reunião com o diretor presidente da Águas do Rio, Alexandre Bianchini. A concessionária cuidará da distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto em 124 bairros do Centro e das zonas Sul e Norte da capital.

No encontro, Bianchini apresentou o superintendente da empresa no Rio de Janeiro, Sinval Andrade, que será responsável por toda a operação na capital, e o diretor de engenharia Ricardo Bueno. “A Águas do Rio tem o compromisso de oferecer abastecimento regular de água, coleta e tratamento de esgoto para 27 municípios, incluindo a capital, mas além disso, contribuir com o desenvolvimento econômico, social e a preservação ambiental. Vamos contratar muitas pessoas na cidade, priorizando os moradores de comunidades, e seremos protagonistas na recuperação ambiental da Baía de Guanabara”, ressaltou Bianchini.

Eduardo Paes disse que a chegada de Águas do Rio, com seus investimentos e pagamento de outorga, é importante para movimentar a economia local. “A parceria entre a empresa e o poder público representa obras em infraestrutura para aprovarmos e muito trabalho em conjunto para beneficiar a população”, afirmou o prefeito.

O secretário de Meio Ambiente, Eduardo Cavalieri, também participou do encontro e já iniciou tratativas para reuniões operacionais. “Há projetos de urbanização de áreas da cidade e não faz sentido fazermos obras deste tipo separadamente. Temos que maximizar os investimentos”, explicou o secretário.

Geração de empregos e relacionamento com líderes comunitários  

Bianchini destacou que as mais de mil vagas de emprego disponíveis para a capital representam geração de renda e movimenta a economia. O processo seletivo para a Águas do Rio já está em andamento. Os interessados devem entrar no site aguasdorio.com.br e clicar em “Carreiras”, onde terão acesso a material sobre a empresa e poderão inserir seus dados.  

Reafirmando o compromisso de valorização da mão de obra local, lideranças comunitárias dos complexos da Penha e do Alemão, da Providência, da Mangueira e do Jacarezinho, estiveram na concessionária nesta quarta-feira (8/9) para conhecerem melhor o processo de seleção. 

“Este projeto de empregabilidade vem ao encontro das necessidades reais dos moradores de morros e favelas. Estamos muito felizes com a parceria da Águas do Rio com a associação de moradores, pois esse reconhecimento e o voto de confiança faz toda a diferença para a comunidade”, avaliou Marquinhos Pepé, líder comunitário do Complexo do Alemão.

Sobre a Águas do Rio – A Águas do Rio é a mais nova empresa do grupo Aegea, criado em 2010 e líder no setor privado de saneamento brasileiro, com 56% desse segmento. Através de suas concessionárias, a Aegea opera em 153 cidades de 12 estados e atende 21 milhões de pessoas, contando com a concessão no Rio.  

Nesta concessão, estará presente em 124 bairros da capital do estado (Zona Sul, Norte e Centro), além de 26 municípios. São eles: Aperibé, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Cantagalo, Cordeiro, Casimiro de Abreu, Duas Barras, Itaboraí, Itaocara, Magé, Maricá, Miracema, Rio Bonito, Saquarema (Jaconé – 3° Distrito). São Gonçalo, São Francisco de Itabapoana, São Sebastião do Alto, Tanguá, Belford Roxo, Duque de Caxias, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Queimados, São João de Meriti e Rio de Janeiro (Centro, Zonas Sul e Norte). 

1 COMENTÁRIO

  1. E como a câmara dos vereadores agradece à empresa? Criando um projeto que a multa caso a água seja contaminada. O detalhe é que a empresa só repassará a água produzida pela CEDAE – ainda estadual. Fizeram isso porque é muito mais fácil a prefeitura multar uma empresa privada que a empresa pública.

    Ou seja, se o motoqueiro de aplicativo te entregar um pacote com lanche ruim, multa-se o motoqueiro!?

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui