Foto: Divulgação - Garis limpam estragos no Flamengo

Desde a semana passada, a cidade do Rio de Janeiro e outras localidades do estado vêm sentindo os efeitos das ressacas. Duas pessoas estão desaparecidas. Um menino está desaparecido em Saquarema e um homem também sumiu no mar em Paraty.

No Flamengo, nesta segunda-feira, os estragos feitos por ondas de 3m estavam sendo reparados. As fortes pancadas de água jogaram até pedras e destruíram uma parte dos Jardins entorno do Restaurante Assador Rio’s.

A calçada da Praia do Pepê, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, ficou destruída.

Na Baía de Guanabara, na última sexta-feira, ondas de até 3 metros foram registradas na Baía de Guanabara. Até surfistas apareceram por lá. A ondulação rara na chamada Laje da Besta – próximo à entrada da Baía, entre o Pão de Açúcar e Niterói.

Falando em surfista, os ventos mais fortes têm possibilitado a prática do surf na Praia de Sepetiba, como mostramos em uma recente matéria.

Na Urca também foi possível ver ondas pouco comuns para a região. Copacabana vive dias de maré alta.

View this post on Instagram

Mureta da urca ON FIRE ? ?@oliveiravinnicius

A post shared by ? #RIOSURFCHECK ? (@riosurfcheck) on

O aviso de ressaca da Marinha vai até a manhã desta terça-feira, 23/07. Durante esse período, ondas de até três metros podem atingir a orla da cidade.

Na última sexta-feira, a Defesa Civil retirou dois postos de salva-vidas na Praia do Forte, em Cabo Frio, por conta das fortes ondas que os danificaram. Nesta segunda, o mar segue avançando em outras praias.

Em Saquarema, na Prainha, uma criança de cinco anos desapareceu depois de ser arrastada pelo mar neste domingo (21/07). Agentes do Corpo de Bombeiros trabalhavam nas buscas pelo menino.

Na manhã desta segunda-feira, bombeiros procuram por um homem no mar de Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. O motivo foi a ressaca na Praia da Fazenda, dentro de um condomínio no bairro Laranjeiras.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui