Na tarde de quinta-feira a Subprefeitura da Barra retirou de uma área de reserva ambiental cerca de 30 barracos de lona e madeira, com cerca de 120 pessoas morando. Seria a expansão da Comunidade dos Trinta, próxima ao local da invasão. No dia seguinte, a equipe da Prefeitura teve de voltar ao local já que alguns tinham retornado.

385810843_1031e1ba07.jpg

Pela experiência de alguns, estas invasões são fomentadas muitas vezes por políticos populistas ou pelos chamados grilheiros, que vendem ilegalmente estes terrenos. E caso a retirada não seja neste início, os mandados judiciais acabam dificultando o que deveria facilitar, o cumprimento da Lei.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui