Crivella votou por volta das 10h — Foto: Reprodução/TV Globo

No último dia 30/11, o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) reuniu o seu primeiro escalão e os colaboradores mais próximos para uma avaliação da campanha derrotada. As informações foram publicadas na coluna de Berenice Seara/Extra.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Segundo a colunista, o prefeito disse que um grande erro foi ter quebrado a praça de pedágio da Linha Amarela.

No encontro com colaboradores, Marcelo Crivella disse que deixará a Prefeitura e passará a ser um incansável soldado a serviço do presidente Jair Bolsonaro. Então, alguém perguntou: “Vai ser ministro?”. Crivella respondeu: “Se for a vontade do presidente”. Muita gente gritou “Crivella governador”.

A reunião teve momentos de discussões mais calorosas sobre erros da campanha e da gestão, muito choro e terminou com aplausos.

Avatar

O Jornal 100% Carioca

7 COMENTÁRIOS

  1. Engraçado, alguém falar que se tem preconceito religioso em relação ao CRIVELLA, será que ela sabe a que seita pertence o AUTO INTITULADO BISPO LICENCIADO, Marcelo pilantra.
    Vai catar chiquinho, vai…não encha o saco e dê o seu dízimo para o JE$U$ do tio dêle, se vc não sabe já é de bilhões de reais.

  2. O pessoal aqui, destilando ódio e preconceito religioso nos comentários, chega a ser hilário pra não dizer triste. Tão moralistas e tão sem moral, elegendo um corrupto de boa lábia.

  3. POR INDICAÇÃO CRIVELA TEM COMO OBTER CARGOS DO 1ª ESCALÃO, MAS ATRAVÉS DO VOTO ATÉ DEPUTADO ELE TALVEZ CONSIGA, FORA ISSO EU ACREDITO QUE ELE TENHA SE QUEIMADO,CRIVELA NUNCA MAIS.

  4. pqp, deve ser os “Guardiões do Crivella” que vão voltar ser obreiros na Igreja Universal, este FDP nem Eleição para Síndico, Miserável Ganha !!!!! #ForaCrivella

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui