Rio 2016

Se o poder público não sem movimentar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro pode não acontecer. Uma declaração do italiano Ricci Bitti, membro do Comitê Olímpico Internacional, mostra que o COI já está pensando em um plano B se Prefeitura, Governo do Estado e Federal não começarem a se mexer.

De acordo com a declaração algumas das sedes esportivas estão em risco de não ficarem prontas até 2016, principalmente as reformas no Complexo de Deodoro, campo de Golfe, Estádio Olímpico (Engenhão) e Parque Olímpico

Podemos ser flexíveis na questão da infraestrutura, mas não com relação às sedes esportivas, e algumas delas estão em risco. Até para aquelas que não se consideram em risco, não vemos uma noção de urgência. Temos que sentar e começar a procurar planos B

Pelo jeito quando o COI escolheu o Rio não conhecia o nosso governo. De acordo com Ricci, “Eles têm muito discurso, mas não dinheiro, e palavras não bastam”, ou seja, o que todos os cariocas estão acostumados!

E o problema não é o COB ou o nosso comitê organizador, mas sim o governo. Vide que Eduardo Paes mudou o local da vila de mídia do Porto para Curicica, isso faltando um pouco mais de 2 anos para as Olimpíadas.

Ricci completa:

Temos um comitê organizador com boas pessoas, mas sem o poder necessário para lidar com o problema. Estamos assustados. Não é um país como a China, onde você pode pedir às pessoas que trabalhem durante a noite. No Brasil, não é possível. O governo precisa mudar a velocidade. Temos que agir agora, porque se esperarmos mais seis meses – como parece ser o caso, olhando pela inatividade do governo –, acho que pode ficar muito sério. O comitê organizador está fazendo seu melhor, mas o governo não está apoiando. Não podemos esperar sempre que, no final, tudo estará resolvido. São os hábitos e o estilo dos sul-americanos, que não estão acostumados a sediar grandes eventos como esse

É claro que a ameaça é apenas para dar um susto nos governantes mas é óbvio que as Olimpíadas no Rio começam a perigar por pura incompetência política.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui